sábado, 14 de março de 2009

Macacos "sábios"



Mais uma vez recorro a uma imagem dos célebres 3 macacos “sábios”, que não ouvem, não vêem e não falam, desta vez para dizer que um governo que a cada intervenção de um deputado da oposição parlamentar, entrevista ou artigo de opinião contra a sua política, mudasse de rumo, serviria de muito pouco, ou mesmo nada, ao país.

Em contrapartida, para que diabo serve um governo que, num patético exagero de teimosia, autismo, arrogância e tiques de autoritarismo, não ouve ninguém, não vê ninguém, não fala com ninguém?

O lamentável cromo em que se tornou o ministro Vieira da Silva, foi o primeiro a vir “desvalorizar” a manifestação da CGTP, tendo como único comentário à sua extraordinária dimensão... a convicção de que “o seu Código do Trabalho é melhor para os trabalhadores, a sua prioridade é o emprego e que não existem alternativas para as políticas do governo”.

Outros se somarão a este verdadeiro refrão de “cantigueca pimba” em que se transformaram as réplicas do governo deste PS.

A manifestação foi um mar de gente, um mar de empenho numa vida melhor, um mar de vontade de lutar por ela! A manifestação foi impressionante!

Sócrates não tardará a vir afirmar que não se deixa impressionar por manifestações.

Felizmente, há meios para lhes varrer a arrogância das ventas. Uma delas, a mais pacífica e ao alcance de todos, é nas urnas de voto.

7 comentários:

salvoconduto disse...

Como não podia deixar de ser ouvi hoje João proença, da UGT, defender o actual código de trabalho...

ZERO À ESQUERDA disse...

E que ninguém se abstenha!

Maria disse...

Toda a gente que quis ver, viu.
Hoje foi o motor de arranque para um trabalho que só pára nas últimas eleições...

Vai ser um cansaço, mas um cansaço feliz...

Abreijos

Antuã disse...

havemos de mudar o rumo às coisas. Vamos trabalhar.

CRN disse...

Samuel,

Foi Sexta-feira, prevaleceu a indignação, a vontade e a necessidade de mudar de rumo, em detrimento da tipica priorização da comodidade que significaria abandonar a cidade quanto antes para gozar um fim de semana tranquilo.
O Povo mostra, desta forma, que o estômago não lhe permite descansar, que a subjugação deste governo - assim como todos aqueles que assumiram essa responsabilidade nos 33 últimos anos - aos designios formulados pelos share-holder globais, quando sentados em tronos de casas-de-banho de 500 metros, só o atira, cada vez mais, para uma condição de explorados, de quem entrega a vida por 450€ mensais.

A revolução é hoje!

Anónimo disse...

É verdade, ontem foi dia de luta.
Outra se irão seguir.
Só espero que aquela corrente de gente que desceu a Avenida da Liberdade não se esqueça do quadradinho correspondendo à CDU no boletim de voto!

Tenho a convicção de que mais avenidas deste Portugal se encherão!Do Catraio

samuel disse...

Abraço a todos e todas!