domingo, 29 de março de 2009

Ó mar, venha a onda forte...



Às voltas com algumas fotografias, encalhei neste velho e belo barco abandonado, que me lembrou um poema de António Borges Coelho, que me lembrou o Luís Cília... que me lembrou tanta coisa!...

Bom domingo!

Sou barco
(António Borges Coelho)

Sou barco abandonado
Na praia ao pé do mar
E os pensamentos são
Meninos a brincar

Ei-lo que salta bravo
E a onda verde-escura
Desfaz-se em trigo
De raiva e amargura.

Ouço o fragor da vaga
Sempre a bater ao fundo,
Escrevo, leio, penso,
Passeio neste mundo
De seis passos
E o mar a bater ao fundo.

Agora é todo azul,
Com barras de cinzento,
E logo é verde, verde
Teu brando chamamento

Ó mar, venha a onda forte
Por cima do areal
E os barcos abandonados
Voltarão a Portugal.

"Sou barco" - Luís Cília
(António Borges Coelho/Luís Cília)

13 comentários:

Maria disse...

Que maravilha!!!!
... e quanta saudade...

Abreijos

Fernando Samuel disse...

Este barco trouxe-me à memória esa espécie de «ode marítima ao contrário» que foi a destruição da frota pesqueira portuguesa a troco de uns patacos enviados pelos grandes da Europa...

Um abraço e bom domingo.

Anónimo disse...

Pensei o mesmo ao olhar para o barco da imagem.

Mas, o poema está tão bem escrito, tem a capacidade de transmitir um mundo de sentimentos em poucas palavras, que até em catalão se percebe a sua grande beleza.

Campaniça

Aristides disse...

Veio-me á lembrança uma noite, já há alguns anos em que fiquei durante horas colado à televisão espanhola (TVE)a ver um espectáculo de homenagem a um cantor de intervenção catalão chamado Raimon e onde actuou Luis Cília (este vídeo foi daí retirado). Foi uma actuação inesquecível, em que cantou também um poema de Saramago (Dia não, acho que é assim). Mas cantaram também Pete Seeger, Paco Ibañez, Pi de la Sierra e tantos, tantos nomes míticos da canção chamada de intervenção. Gravei tudo em VHS, numa cassete que anda por aí perdida numa curva do avanço tecnológico.
Abraço

Camolas disse...

Recordo este espetáculo que decorreu, se a memória não me atraiçoa na Galiza.
Além do Luis Cília, recordo o basco Mikel Laboa.
Um grande abraço para Ti Cantigueiro pela reconfortante música que tens no nosso blog.
Se estiveres com a Anna Netrebko, dá-lhe um abraço meu.

Mar Arável disse...

Boa memória

Continuas em forma

Abraço

Justine disse...

...que me lembrou este país!

Ana Camarra disse...

Belissimo!

Aristides disse...

Para o Camolas:
O espectáculo foi em Barcelona, Catalunha, no Palau San Jordi. Não me lembro é do ano,mas já lá vão uns poucos.
Abraço

Avelaneira Florida disse...

Amigo Samuel,

um barco tão triste mas tão nobre...muito mais do que muitos seres humanos!!!!

Uma pequena dúvida: a letra é de quem eu estou a pensar???? do meu Professor Borges Coelho??? De quem recordo tantas aulas magníficas e com quem tanto que aprendi????

Saudações e Breijkas!!!

samuel disse...

Maria:
Mata-se de vez em quando...

Fernando Samuel:
Esses será muito difícil que regressem...

Campaniça:
O que é realmente bom é raro não se fazer entender.

Aristides:
O espectáculo foi catalão, mas nem por isso a recordação é melhor ou pior...

Camolas:
Como já disse, foi em Barcelona...
Quase todos os dias bebo uma bica com a Anna Netrebko. O abraço será entregue. ☺

Mar Arável:
Sem memoria ficaríamos um pouco à toa, não é?

Justine:
País que nalguns sectores não está realmente com melhor aspecto.

Ana Camarra:
Mas um pouco esquecido...

Aristides:
Segundo os registos, vão uns 16...

Avelaneira Florida:
Acho que sim. É “esse” Borges Coelho.


Abreijos colectivos!

leonardo disse...

o espectáculo, realizado em Abril de 1993, foi no Palau Sant Jordi em Barcelona denominado: "30 anos de al vent" de homenagem ao cantor Raimon. No you tube está a outra interpretação do luis Cilia, "dia não" com poema de José Saramago.
Podem assistir aqui:http://www.youtube.com/watch?v=dlv418Bm_A8

leonardo disse...

Quanto ao Borges Coelho este esteve preso em Peniche o outro era Prof na zona do Porto e dirigia em tempos um Grupo Coral.
Caso saibam mais sobre este assunto agradeço esclarecimento.