quinta-feira, 5 de novembro de 2009

José Sócrates – A arte de não aprender nada





O meu almoço de hoje foi sendo interrompido por flashes do debate na Assembleia. José Sócrates, se mudou nalguma coisa, foi para pior. Numa das trocas de argumentos com um deputado, na ocasião, Francisco Louçã, deu-nos mais uma demonstração da sua espessa boçalidade política e pessoal:

“Vossa Excelência, durante a campanha disse querer ser Primeiro Ministro. Disse que queria uma esquerda grande... e agora cá estamos nós! Eu, aqui e Vossa Excelência... aí!”

Como a boçalidade e desrespeito da frase não lhe pareceram suficientes, ainda lhe atirou com mais uma asneira à cara, “O Governo ganhou as eleições!” (O Governo???)

Aliás, pelo que fui vendo nos tais flashes que me foi sendo possível suportar, o homem passou a maior parte do tempo numa espécie de “nha! nha! nha! nha!” com todos os deputados das oposições, cantarolando “eu ganhei e vocês perderam!”, naquele seu jeitinho algo gingado, a que por vezes só faltam mesmo umas plumas na cabeça...

Este indivíduo não tem estofo para governar coisa nenhuma! É preciso dar-lhe o tempo estritamente necessário para mostrar, mais uma vez, a sua incompetência... e pô-lo a andar!

13 comentários:

smvasconcelos disse...

Que vergonha! Vergonha que ele não tem , mas tenho eu em tê-lo como primeiro ministro do meu país.
bjs,

anamar disse...

Paciência a tua , Samuel.
Mas só assim podes avaliar, não é???
O que nasce torto....
Abreijo
:))

Maria disse...

Não vi, não ouvi, estou de férias!
E finalmente consigo comentar... será do frio...
Mas já agora te digo que deixa o pessoal descansar um pouquinho, que ainda estamos de ressaca.

:))

Abreijos

gabriela disse...

Este homem piqueno é mesmo piquenino, por dentro e por fora.
E nós, que até não o quisemos, a sermos "desgovernados" por esta coisa!!!!

Anónimo disse...

Eu vi muito pouco, mas vi uma imagem em que o Louçã abre os braços e mostra deslumbrado o crescimento da sua bancada. E não disse tudo o que lhe ia na alma.
Sócrates pelo que ouvi disse, várias vezes, que tinha tentado acordos com todos os partidos políticos mas que todos disseram não. Ao que parece, só pelo que ouvi, apenas o Jerónimo lhe deu resposta. Mas será possível propôr acordos a todos os Partidos mesmo que estejam nos antípodas? A não ser que o programa do PS seja transformado num programa "à la carte", não interessando as ideias , projectos ou programas mas as circunstâncias de momento. Não deixa de ser uma forma de corrupção em que acima de tudo, mesmo da consciência, está o Poder.
Vento do Norte

Antuã disse...

É um Sócrates à Vara.

LAM disse...

Mais picardia para um lado ou para o outro, Sócrates mostrou ao que vem:
Manter o governo de direita dos últimos 4 anos. Ninguém tenha dúvidas disso e não serão meia dúzia de côdeas distribuídas à esquerda, ou supostamente de esquerda como erradamente alguma esquerda tende a considerar algumas decisões que se adivinham mais próximas, que mudarão o essencial dos projectos deste governo. Esta vai ser uma governação de direita na sequência da anterior, sem o "fantasma" de eleições à porta, o que vai dar rédea solta à colocação em práctica e velocidade de cruzeiro ao código de trabalho "socialista".
Então quando o boss do banco central europeu der por "terminada a crise", vai ser bonito. Vai ser o argumento que falta na revanche.

samuel disse...

Per tutti:
Começa a ser óbvio para toda a gente que eu já passei para a fase de detestar profundamente o homem... apenas por existir... agora a coisa já não tem volta.

Saludos colectivos!

Anónimo disse...

Verdade Samuel, só por existir?! Não acredito, não se notava nada....

samuel disse...

anónimo:
Era de esperar que tomasse a piada à letra...

Fernando Samuel disse...

É também destas picardias socretistas que se alimenta a política de direita...

Um abraço.

Anónimo disse...

Fernando Samuel, meu jerico, sempre de cabeça baixa e pela arreata puxada pelo outro Samuel! Ou será que este blog faz eco?!

samuel disse...

Fernando Samuel:
É o seu único objectivo e utilidade.

Anónimo:
Ó anónimo das 29:39... vá à merda!