sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Paulo Bento – Não havia necessidade...



Os clubes de futebol transformaram-se em empresas. Trata-se de um simples expediente para melhor gerir o negócio, ser cotado em bolsa, etc., tudo coisas de utilidade mais do que discutível e, sobretudo, com efeitos sobre o espírito de clube e o próprio desporto, que ainda estão por apurar.

Um dos clubes que terá levado essa “empresarite” mais longe, em gestões anteriores à actual, foi o Sporting Clube de Portugal. Agora, com adeptos zangados uns com os outros, confundindo clubismo com agressividade, com os “funcionários/jogadores” desinteressados e desmotivados, com os dirigentes desorientados, espetando farpas uns nos outros... a fava calhou a Paulo Bento. Duvido muito que o problema fosse ele... mesmo admitindo que poderá não ser a solução.

Mas isto sou eu a falar... ainda por cima de futebol, de que não entendo bulhufas.

De qualquer maneira, Paulo bento e o SCP, sem querer, obviamente, prestaram momentaneamente um grande serviço a Sócrates e ao seu Governo “remodelado a fazer de novo”. Qual Programa do Governo, qual Parlamento, qual país!... Assim que ponho a ponta do nariz na rua, só ouço falar do Sporting.

13 comentários:

Anónimo disse...

Pois é pá, nada nos deve distrair da missão central! Conheci um gajo que chegava ao trabalho e desbafava preocupado com um puto seu filho, feito sócio antes de nascer: É pá o sacana só quer é brincadeira, eu bem lhe digo que deve ir ao estádio, interessar-se pelo clube, apoiar o mais possível!

Era assim como tu ó Samuel, só que a missão obsessiva que te encomendaram foi foder o governo, lixar o Sócrates, foder o governo, lixar o Sócrates, f..... Sem intrevalo nem para almoço!

samuel disse...

Interesso-me quase tanto por futebol como por anónimos ordinários... escusava, portanto de se ter dado ao trabalho de aparecer.
pelo menos fiquei a saber de onde vinha o cheiro...

Passe bem!

samuel disse...

Anónimo:
Pelo que depreendo, depois de ver mais um post, lá mais atrás, que também teve o privilégio da sua agradável visita, o amigo deve ser desses infelizes que têm por emprego estar na net a pesquisar todos os textos que contenham a palavra "sócrates". Se o texto for elogioso, babam-se. Se não for... quem se mete com o PS, leva!
E sem direito, também a "intrevalo", como diz... :-)))

alex campos disse...

A língua portuguesa é muito traiçoeira...!!!!!
Agora que o futebol cumpre bem o seu papel alienante, sobretudo em Portugal,lá isso é verdade.
Um senhor romeno, licenciado em medicina, que treinou o Sporting há uns anos, contou num livro de apontamentos que publicou, que no dia em que o presidente da república dissolveu a assembleia da república os tele-jornais dos 3 canais abriram com o despedimento do Tony do Benfica.
Acrescentou Lazlo Boloni que se fosse em França, campeã europeia e mundial em título na altura, os directores dos telejornais eram despedidos na hora. Aqui, às tantas, foram condecorados ou aumentados, sei lá.

um abraço

Anónimo disse...

Samuel, por favor limpe o blog da escumalha e do lixo. A sujidade fica muito mal em casa de gente séria e limpa. O seu blog não merece isto.

Campaniça

smvasconcelos disse...

Futebol não comento, não percebo nada, mas a foto, deixa-me dizer-te, é lindaaaaaaaaaaa!! O bicho é um mimo, quase fui tentada a substituir o meu....:)))
bjs,

salvoconduto disse...

Hoje é só leões nas imagens dos blogues...

A melhor estava para vir com o pateta do presidente do Sporting a protagonizar aquela cena com o adepto.

Valha-nos que isto será de pouca duração por ser um clube de bairro. Ai se fora com os dois grandes, durava um mês...

Bom fim de semana.

amigona avó e a neta princesa disse...

Ai Samuel hoje só tenho olhos para o "bichaninho"! Lindo, lindo, lindo! Não digo mais!
Abreijos

Pintassilgo disse...

Futebol, Fátima e Sócrates. Tudo coisas de grande nível...

Fernando Samuel disse...

Portugal está no pelotão da frente em matéria de jornais «desportivos»: três-diários-três.
Assim sendo...

Um abraço.

Carlos Machado Acabado disse...

Vinho e procissões,
Fado, paradas e bola:
São estas as diversões
De um povo que pede esmola...

...................................

Era válido "antes", desgraçadamente permanece integralmente válido "depois"...
Oh! Sorte!...

Anónimo disse...

Caros amigos desta tertúlia
Se todos desprezais assim os que gostam de futebol, de Fátima e do fado, e todos os que não são comunistas, vai ficar muito pouca gente para tomar um café convosco.
Com algumma pena vi o PC ser ultrapassado por um partido que ainda ninguém percebeu o que é (BE). Já era tempo de ser percebido pelas cúpulas (e pelos militantes do PC) que essa dificuldade de conviver com os outros não é nada útil ao PC nem a Portugal.
Daniel de Sá

samuel disse...

Alex Campos:
O Boloni, para além de ter uma enorme piada... tinha razão. ☺ ☺

Campaniça:
“Qualquer dia... qualquer dia!”

smvasconcelos:
como de bola também não quero saber para nada, o leãozinho estava por aqui apenas à espera de um pretexto... ☺

Salvoconduto:
Ih... que maldade!

Amigona:
É... depois cresce e é um perigo... ☺ ☺

Pintassilgo:
Tem os seus dias... ☺

Fernando Samuel:
Dão uma trabalheira a encher...

Carlos Machado Acabado:
Há que tempos não lia esta!

Daniel de Sá:
Pode dar-se o caso de ser pessoal que bebe pouquíssimo café... ☺ ☺ ☺
Agora a sério, como bem sabes, fora da irritação do momento e do imediatismo, por vezes exagerado da escrita, a realidade é outra, feita de pessoas que são capazes de conversar, fazer pontes e ser solidárias...


Abreijos gerais!