quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Greve Geral – Coisas que vêm à memória


Vendo a eficácia com que a Greve Geral foi quase banida da informação, por acção de um grupelho de profissionais da provocação, alguns mesmo vindos do estrangeiro para executara terefa, fica-se com a pulga atrás da orelha.
Vendo o ar “feliz” com que os media destacam imagens (sempre muito artísticas!) conseguidas em apenas alguns minutos de um dia que, como todos, teve 24 horas, ou vendo títulos, como esta grandiosa (e acanalhada) parangona da "Visão" «Lisboa incendiada em dia de carga policial», vem-me à memória a estória de um cromo brasileiro, detentor de um programa de televisão dedicado a explorar escândalos e crimes... que há uns tempos foi parar à cadeia.
Segundo se provou, o bandalho, quando via as audiência a fraquejar, encomendava crimes, para depois estar lá, no primeiro minuto, conseguindo o exclusivo na “notícia” e entrevistando os familiares das vítimas.
Vêm-me à memória, também, sessões de cantigas em simples colectividades, assembleias de estudantes e reuniões de trabalhadores que, antes de Abril de 74, eram “canceladas” violentamente, apenas por um grito isolado de “Morte a Salazar!”, ou algo do género, lançado ora por pides, ora por meninos e meninas carregados de "MRPP", de "R" e de "ML"... que mais tarde ocuparam lugares bem vistosos nas máquinas partidárias e governos do PS e do PSD... ou até na Comissão Europeia.
Quero crer, esperançosamente, que ainda não estamos aí... mas lá que me lembrei, lembrei!

22 comentários:

Pata Negra disse...

Hoje de manhã, num direto televiso, um jornalista apresentava na mão, em grande plano, uma pedra da calçada, como se uma pedra da calçada fosse mais importante que as razões e o resultado da greve!
Um abraço pacífico e belicoso

Camolas disse...

- Será que vieram do estrangeiro?

Surpreendeu-me o petardo que deu início á carga, tal qual um sinal para o avanço das tropas.

Surpreendeu-me o horário da carga , com tempo para as televisões prepararem os noticiário e abafarem a GG.

Juntemos a estes factos a próxima manifestação junto ao parlamento no dia de aprovação do OE.

Cá para mim anda aqui mãozinha do MAI

Antuã disse...

Os bandalhos serão sempre assim.

lino disse...

Ainda não estaremos aí, mas já faltou mais!
Abraço

Provoca-me disse...

Custa-me a acreditar que caias na asneira de pensar que esse grupo é um profissional de provocadores. Não te passou pela cabeça que o engasganço do Macedo e as declarações do Calado Silva tinham água no bico, e que as pancadas dos bófias de intervenção tenham sido para todos e não para esse grupo de provocadores. Curioso camarada. Pensa um pouco, chegarás a uma conclusão rápida, que eu sei que és inteligente.

Provoca-me disse...

Pode apagar o meu comentário por favor.

Rogério Pereira disse...

Não sei se não estaremos...

Maria João Brito de Sousa disse...

Também me lembrei... mas parece que a carga policial não se limitou àquela meia dúzia e isso é preocupante...

Bolota disse...

Samuel,

Mas há uma coisa que não podemos voltar a consentir, a distruição da nossas sedes.
Ainda hoje tenho as imagens do Duartes Limas, Durão Barroso e afins a deitar pela janela...

Não podemos voltar a sofrer essa humilhação

Abraços

samuel disse...

Provoca-me:

Não apaguei... por não sei porque haveria de apagar.
É apenas mais um ponto de vista... :-)

Provoca-me disse...

Ora, foi um disparate, quem me manda a mim não ler tudo até ao fim. Agora merecia que me desse uma malha pela cabeça abaixo. Peço imensa desculpa.

Ass: Pedro Marques.

samuel disse...

Pedro Marque:

E é lá caso para isso?!!! :-) :-) :-)

Maria disse...

Só te posso dizer que me dói o corpo todo. E não levei porrada de cassetete...

Beijos.

Provoca-me disse...

Perdi uma grande oportunidade para estar quieto. Sim, uma malha para ver se ganho juízo.

trepadeira disse...

Não estaremos mas,vontade,aos desgovernos,não falta.

Um abraço,
mário

Justine disse...

E porm este andar lá vamos chegar!

Anónimo disse...

Samuel, por favor, vai lá aconchegar o "povocador". O meu feitio não me deixa ver uma pessoa assim tão arrependida, estás perdoado provocadorzinho!!

Qunato ao perdoador Samuel: É pá, a mania da preseguição é tramada e tu abusas.E exorbitas nos martírios e nos remédios (que afinal não tens).Quando é a próxima greve da CGTP? É que a malta que não pode faltar ao trabalho e vê a vida já de si complica pelo gajo das Finanças, está farta de tanto heroísmo da CGTP! Ai PCP, PCP, que mania de insubstitível e portador da fé.
Não era bem com esta conversa que se devia estar a perder tempo mas como não desistes do martírio... E ainda não percebeste que o Gaspar é autista e quem se f.. é o mexilhão!

samuel disse...

Anónimo (17:01):

Ó ilustre sem nome e sem cara,

Parto do princípio de que deve estar a tentar dizer qualquer coisa... :-) :-)

Pode sempre tentar outra vez.

xatoo disse...

camarada Samuel
não sei quais seriam piores, se as palavras de ordem do MRPP contra o fascismo e o conservadorismo de "esquerda"... se os bufos que os mandaram prender e impedir de concorrer às eleições.
Memória curta?

samuel disse...

xatoo:

?????? Sinceramente… não estou a ver!

Não sei se tenho a "memória curta", mas assim à vista desarmada, lembro-me do Durão Barroso, do Nuno Crato, da Maria José Morgado, do Saldanha Sanches, da Ana Gomes, Fernando Rosas, Jorge Coelho, Mariano Gago, o grande ex-director do Público José Manuel Fernandes, etc., etc., etc… … (estou a esquecer muitos) e vejo os belos poisos onde acabaram.

Lembro-me do apoio logístico do PS à sua luta "patriótica" e de "educação do povo"… quase exclusivamente contra o PCP. Luta feroz feita por palavras, destruição de propaganda, provocações diárias… e tudo o que sabe quem quer saber.

Disso lembro-me. Não sou o único! :-) :-)

Saudações.

Anónimo disse...

Samuel, sou o gajo que não disse nada aí acima! Poupei de facto nas palavras, desperdício se usadas contra quem tem a verdade na mão e o mundo contra. Todo o mundo desatou a ofender o PCP, o alvo a abater sem razão porque ele só quer ser o único a querer o nosso bem! Tipo mãe extremosa, tás a ver?! Ainda não percebeste que com essa rigidez e verdade exclusiva não passarás de organizador de manifs? Bem vistas as coisas uma cabeça tão dura como a do primo do Louçâ!

maria brito disse...

... e vem-nos à memória uma frase batida...

estive na manif da CGTP e fiquei em frente à AR por dever para com aqueles, que não tendo feito greve geral, provavelmente por não terem emprego, estavam a engrossar a contestação e a EXIGIREM A DEMISSÃO DO GOVERNO... não é essa a intenção?????
e aqui é que as circunstâncias começam a ficar preocupantes para os amantes da LIBERDADE!!!! as botas cardadas estão na rua!!! é que a LUTA está a fortalecer-se com pessoas (de todas as idades...) e o PODER ESTÁ A TREMER!!!
ESTIVE LÁ!!!! e não ouvi as ameaças da policia. de repente uns petardos e anunciarem o ataque!
E VI PORQUE ESTIVE LÁ a policia a bater indiscriminadamente sobre as PESSOAS que se manifestavam pacificamente!!!fugi e escondi-me!!
TAMBÉM ISTO ME VEM À MEMÓRIA!!!
PERGUNTO??? porque não prenderam os meia duzias de atiradores de pedras??!!?! eu teria agradecido....
RESPONDO: não interessa!!! o que interessa é intimidar as pessoas para não se manifestarem!!!
TAMBÉM ISTO ME VEM À MEMÓRIA!!!
sei que tenho estado a ser vigiada bem como a minha filha atraves dos meios que estão à disposição do Poder!! TAMBÉM ISTO ME VEM À MEMÓRIA!!!
... e dia 27 lá estarei, NOVAMENTE, sem medo de ser confundida com "radicais", a EXIGIR MUDANÇA DE POLITICA E A DEMISSÃO DO GOVERNO!!!!
até lá! camaradas!!!