segunda-feira, 19 de novembro de 2012

José Afonso e Adriano – Faz falta “abanar” a malta...


Três jovens autoras (Catarina Rocha, Inês Castanheira e Isabel Rocha), pertencentes à associação “Amigos maiores que o pensamento”, resolveram fazer e publicar um livro em que um punhado de pessoas contasse algumas das suas experiência de vida, ou de simples momentos passados com o José Afonso e o Adriano Correia de Oliveira. Fizeram-no com evidente amor e entusiasmo. Chamaram-lhe “Provas de contacto”.
Como, em tempo útil, contribuí com algumas linhas para esse livro... fui convidado para estar no lançamento na cidade de Setúbal, precisamente a cidade em que o Zeca viveu e desenvolveu a sua arte solidária, durante largos anos.
Foi no sábado passado... e, mesmo na condição de simples convidado, fiquei doído pelas autoras, pelas pessoas que se dignaram a aparecer, pelo Zeca e pelo Adriano.
Estavam presentes na sessão de lançamento, para além de mim e do convidado principal, Camilo Mortágua, companheiro de muitos anos do Zeca, e não contando com os vários elementos da “Associação José Afonso”, que apoiou a iniciativa... para aí umas dez ou quinze pessoas.
Como nem por um momento acredito que, por muitas deficiências que possa ter tido a divulgação, tenham sido aquelas dez ou quinze pessoas as únicas a saber da sessão de lançamento do livro, em toda a cidade de Setúbal e seus arredores... o que aconteceu foi mais uma lição. Mais uma prova de que não basta jurar a eterna admiração e apreço pelas canções e pelas ideias do Zeca e do Adriano, ou bater no peito lacrimejando loas aos seus exemplos de vida e à sua coragem...
Por vezes é mesmo necessário fazer o “tremendo sacrifício” de levantar o rabo do sofá, depois de jantar... e andar, “heroicamente”, uns míseros quarteirões a pé ou de carro, numa noite que não forneceu sequer a desculpa de um único pingo de chuva para afastar os “milhares” de auto-proclamados admiradores.

13 comentários:

São disse...

Dois em um.

A ausência de pessoas num acontecimento destes é lamentável e a mostra do que , realmente, o nosso país é!

Portanto, até merece que Passos se permita ironizar e estar a sobretaxar tudo , até as gorgetas!

Cada vez mais : não existem inocentes nesta tragédia!!

Claro que existem excepções(mas cada vez encolhem mais)

Boa semana para vós.

Maria disse...

Tens toda a razão: não custa nada metermo-nos no carro e ir. Afinal temos ido a (quase) todas, há tantos anos.
Acontece que desconhecia de todo esta iniciativa. Como outras que acontecem e não me chegam aos olhos ou ouvidos.
Cada vez acho mais que as 'coisas' só acontecem em Lisboa. O que é uma pena...
Fico à espera de poder comprar o livro algures por aí, nem sei bem onde.

Abreijos.

trepadeira disse...

É este acomodismo que vai deixando deteriorar tudo.
É mesmo preciso abanar a malta.Pois,parece que os abanões ainda não chegam.

Um abraço,
mário

samuel disse...

Grande Maria!

A minha "farpa", com epicentro em Setúbal, não abrange um raio tão alargado de território... :-)

... e sabem os "deuses" que serias a última pessoa a merecer um reparo destes! :-) :-) :-)

Abreijo.

Provoca-me disse...

Claro que temos que ser duros com quem não mexe uma palha que seja para ir a espectáculos, eventos e outros desta natureza. A televisão e tudo à volta permitiu que os portugueses e não só se deixassem acomodar e não quisessem saber da cultura, e destas coisas para nada. E acho bem que se digam umas boas verdades para esta gente. Merecem.

Provoca-me disse...

E alguém sabe do filme de homenagem ao José Mário Branco? E que como é óbvio o Estado não dá nada, precisa de ajudas. Mas e alguém sabe?

Antuã disse...

O comodismo ainda é uma grande força.

Luis Filipe Gomes disse...

No Sábado passado se não estivesse a trabalhar e tivesse sabido da iniciativa, possivelmente mesmo assim, não teria vencido os 60 quilómetros de distância para a sessão de lançamento do livro. Mea culpa.

Reconheço que por vezes me falta o entusiasmo que faz mover os adeptos de futebol.
Se ao menos as têvês e as rádios e tudo o resto anunciassem aos quatro ventos iniciativas desta importância como fazem com o futebol...
Certamente mesmo não fazendo eu falta, a minha ausência não me causaria pena como não me causam pena os jogos de futebol que não frequento.
Resta-me encontrar o livro e remediar a minha ausência com essas "Provas de contacto".

samuel disse...

Luis Filipe Gomes:

Mais uma vez... a minha farpa não pretendeu abranger um território tão vasto. Cada coisa em seu lugar. Bastava que alguns setubalenses não tivessem ficado a "dormir na forma"... :-) :-)

Abraço.

Olinda disse...

Acabei de saber da iniciativa.Como eu,os setubalenses,nao tiveram acesso a qualquer tipo de informacao.Bem,deve estar,no guia informativo da Camara e,aî,mereco a indignacao,mas nao o consultei.A AJA,nao fez divulgacao,visivel
Muito embora,nao passe o fim de semana em Setûbal,teria ficado e assistido ä iniciativa,pois ê o que costumo fazer
quando me interessa.
Ê preciso viver em Setubal,conhecer como a direccao da AJa se posiciona e age,para poder criticar os setubalenses.









samuel disse...

Olinda:

Foi pena!
Exactamente por suspeitar de que a divulgação possa não ter sido a mais adequada é que não critiquei "os setubalenses", mas sim aqueles que, sabendo, não ligaram à coisa.
Isto, porque acredito que mesmo que a AJA apenas tenha informado os associados… c'os diabos, eles hão de ser mais que aqueles! :-) :-) :-)

Seja como for, não faltarão ocasiões… que eu tratarei de anunciar ruidosamente aqui no blog.

Abreijos.

Unknown disse...

Olá a todos!

Toda a informação sobre o projecto Amigos Maiores que o Pensamento pode ser encontrada aqui: www.amigosmaioresqueopensamento.wordpress.com ou no Facebook, em www.facebook.com/amigosmaioresqueopensamento.

Toda a informação sobre a editora da obra "Provas de Contacto" está por aqui: www.cultureprint.wordpress.com ou em www.facebook.com/cultureprint. Por favor, façam Like e acompanhem as novidades. Tentamos divulgar o máximo possível mas nem sempre conseguimos.

Abraço amigo,
Minês Castanheira
Cultureprint

Unknown disse...

Porque nos parece útil, aqui fica a lista dos locais onde actualmente é possível adquirir a obra "Provas de Contacto":
- Café Aliança (Mira)
- Associação José Afonso (Casa da Cultura: Setúbal_ associacaojoseafonso@gmail.com)
Núcleos da AJA (Norte, Aveiro, Lisboa, Santarém, Setúbal; encomenda por e-mail associacaojoseafonso@gmail.com)
- Biblioteca Municipal de Gondomar (Gondomar)
- Livraria Lumière (Porto)
- Ler Devagar (Lisboa)
- Centésima Página (Braga)
- Porta XIII (Vila Nova de Cerveira)
- Cultureprint (encomenda por e-mail cultureprint@gmail.com)
- Amigos Maiores que o Pensamento (encomenda por e-mail amigosmaiores@gmail.com)

Obrigado.