quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Afinal sempre há vulnerabilidade-je-je... je.






Cavaco Silva é um génio incompreendido!

Disse que ia falar sobre segurança e, quando se pensava que iria falar da segurança do Estado e ao mais alto nível, em vez disso, balbuciou umas coisas sobre uns mails da presidência, dos quais nunca ninguém tinha falado e que nunca estiveram em causa... por pouco tinha-se limitado a falar do estado dos seus suspensórios ou da firmeza do elástico das ceroulas.

Disse que só falava depois das eleições, para não interferir no processo eleitoral... e falou agora, em plena campanha eleitoral, interferindo nela. Pelos vistos, não se apercebeu de que havia duas seguidas...

Quando se previa uma explicação para o despedimento-que-afinal-não-foi, do seu dilecto assessor, acobardou-se e nem sequer o nomeou, deixando-o ainda mais enlameado.

Quando toda a gente esperava que a intervenção do Presidente da República viesse pôr um fim nesta inventona ridícula, ele decidiu insistir na teoria da conspiração e piorar, se possível, a situação, com esta investida de cabeça baixa e fumo a sair pelas narinas.

Atendendo à evidente atrapalhação dos comentadores e às horas que o atabalhoado PS levou para responder “àquilo”, volto ao início. Cavaco Silva é (deve ser!) um génio incompreendido. Logo, aquilo que nos parece fruto de um cérebro tacanho, incoerente, sem cultura política (ou qualquer outra), mesquinho, apenas capaz de manobrar entre silêncios bacocos e tabus cujo perfume deixa muito a desejar... são afinal pérolas de arte política, com um profundo sentido... só que fora do nosso alcance.

Resta-nos o único ponto positivo. Quando o filho do motorista (que tem um jeitão para a informática e um cunhado na Zon TV Cabo) lhe resolver o problema da segurança dos "émeiles"... Belém vai ficar à cunha de pessoal dos bancos e serviços secretos de meio mundo, querendo copiar o sistema.

É o presidente eleito da nossa pobre República!... Gostaria de ficar aqui a partilhar mais um pouco o que sinto, mas a vergonha tolhe-me as palavras.

21 comentários:

Anónimo disse...

Pois!...

Como qualquer imberbe colegial surpreendido a pular o muro do colégio ou a apalpar o traseiro à professora de informática, convulsas as mãos, voz trémula, transida pelo temor da “menina dos cinco olhos”, dez minutos foi o tempo que o presidente gastou na desesperada tentativa de justificar… vulnerabilidades no seu P C (computador pessoal, pois claro…); aqui chegado, e quando todos pensaram: “agora é que é”, o homem fez “ESC” e despediu-se.

Não gostei de ver o presidente de alguns portugueses ali, de cócoras, soltando meninis interrogações quando enérgicas afirmações se impõem.

Mas…, estaríamos mais bem servidos se o pateta alegre tivesse ido a presidente?

Cá para mim, tal Pedro, tal Paulo.

@braços e DIAS TRANQUILOS!

Anónimo disse...

Coitado... (ou coitados de nós?)
Para além de ter um cérebro tacanho e incoerente, e de ser um autêntico labrego, é ainda um bronco apatetado.

Rui Silva

Anónimo disse...

Proponho que ele seja violado por um moçambicano de 2m10 e depois fique sem a casa do Algarve, pronto !

Antuã disse...

Não sei como ainda há gente que não tem vergonha de votar nisto de cavacos ou no PS.

Maria disse...

E levou ele 24 (vinte e quatro) horas ou mais num grande anúncio de que iria falar à comunicação social...
É tão pequenino... mas o que esperavas de um tipo que come bolo-rei com a bocarra aberta?

Abreijos

LAM disse...

Patético.

faço minha a última frase do seu post:"a vergonha tolhe-me as palavras."

Maria disse...

Caraças... levei muito tempo a ler-te... não havia nenhum comentário :)))

E, de repente, voltam os submarinos!!!!

Mais abreijos

salvoconduto disse...

Olha, olha há aqui alguns pontos em comum com o meu. Não te envergonhes que eles têm falta de tudo menos de vergonha.
Abraço.

Anónimo disse...

Olá Samuel,

estou a escrever para agradecer a visita ao Minerva Pop, e justificar que não havia ainda posto um comentário devido, como deve ser, em seu Blog pois a minha intenção era ter contato , o maior possível, pessoas da terra do meu querido Avô (Portugal).

Quanto a Cavaco Silva, apesar de famoso aqui nos noticiarios brasileiros, ainda não tinha idéia ou opinião sobre sua pessoa.....obrigado por esclarecer.

Anselmo - minervapop (Brasil)

amigona avó e a neta princesa disse...

Não pude ver e vim correndo até aqui para saber (eu sabia que tu ias falar, sim!)...fiquei informada...
Abreijos

João de Sousa Teixeira disse...

É um mistério o magistério de Cavaco. Está possesso da verdade e não há "coisa" que lhe arreganhe o dente!
Haverá ainda de descobrir, como um político já falecido, que os bolos de arroz têm um papelinho na base, que é isso mesmo: um papelinho na base.
Abraço
João

do zambujal disse...

Obrigado, Samuel, obrigado, comentadores acima (acima, acima, gageiro...). Isto está num tal estado que conforta desabafar e ver e ouvir gente decente e que não cala a indignação.

Temos de nos dar força. Solidária. Amiga.

Este post é uma boa ajuda.

Abraços

Lúcia disse...

Ser PR, qualquer um pode ser, assim haja votos. Ser Homem de Estado é que já não é para todos! Como se viu!

Beijos

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Quebrar o silêncio para dizer o que disse, admitindo falhas na segurança no sistema informático do palácio de Belém, dirigir-se directamente a um determinado Partido, e quase no fim admitir que o seu silêncio foi para "...ficar afastado da luta político-partidária..." durante o período das Legislativas, e ainda por cima da forma como esteve frente ás câmaras, quanto a mim, mais valia quase, não ter dito nada em momento algum.
Acho desde sempre o nosso mais alto Magistrado da Nação, um pouco ambíguo. Toda a gente sabe quem ele é ...

joaquim d'Odemira disse...

Este país tem um 1º ministro e um presidente da república que se complementam, no mau sentido.É preciso também uma ruptura com estes tipos de comportamentos desenvolvidos por personalidades ticosas(com aqueles tiques que todos os bem informados conhecem !!!).Por isso é preciso nas próximas eleições autárquicas votar no melhor projecto autárquico em Portugal: CDU.
Estes comportamentos só servem para a descrença nas instituições e nos políticos.Daí muito importante votar neste projecto autárquico diferente no comportamento e autêntico nas realizações.

Cumprimentos a todos.

Anónimo disse...

...Mas a vergonha tolhe-me as palavras..
Bravo.. Eu tinha.lhe chamado peixeirada.. Mas é ofender as reais e lutadoras peixeiras

Manuel da Mata disse...

Samuel,

Nós não nos conhecemos. Cheguei aqui pela mão amiga do João Teixeira.
Curiosamente também comentei no meu blogue os seus dois ultimos temas.
Também eu sinto assim como que uma espécie de vergonha.
Saudações cemocráticas.

Fernando Samuel disse...

A minha sensação não é tanto de vergonha, mas mais de nojo, sei lá...


Um abraço.

Juvenal disse...

Mas a vergonha não tolheu algumas palavras ao mais alto representante da nação quando se esqueceu que também representa a língua portuguesa:

"Correio electrónico" senhor Presidente... email é inglês.

E... expliquem-me lá como é que a divulgação de uma mensagem electrónica interna do Jornal Público põe em causa a segurança das comunicações electrónicas de sua excelência?????

poesianopopular disse...

Eu não sinto vergonha, este presidente é só de quem votou nele, e depois para quem se arroga de tão democrata e imparcial, não admitir sequer um comunista como seu conselheiro de Estado, merece-me o mesmo respeito que para ele merece o meu voto na CDU.
Felicito-te pela forma não pela coragem porque essa eu sei que nºao te falta
Abraço

samuel disse...

Per tutti:
Nem vou perder tempo a falar mais da criatura... desta vez.
A minha solidariedade vai inteirinha para os que tiveram que o ouvir e ver... e mais ainda para os que se “martirizaram” a vir aqui comentar “a coisa”.
Talvez a única consolação seja a grande desconfiança de que a sua recandidatura está muito rapidamente a ir para onde ele já devia ter ido...


Saludos generalizados!