terça-feira, 8 de setembro de 2009

Vá vossa excelência, senhor presidente!



Manuela Ferreira Leite é uma senhora com uma idade absolutamente respeitável, mas, infelizmente, de ideias caquécticas. Os exemplos já são suficientemente abundantes para ficar aqui a enumerá-los. Desgraçadamente e bastantes vezes, ao carácter caquéctico das ideias e propostas, soma-se o ridículo da inabilidade com que as exprime. Azares...

Bem mais grave é o facto de a cada dia que passa a líder do PPD se revelar uma verdadeira trafulha, em termos políticos. Nesta ida à Madeira, por entre episódios menores de carros oficiais e oficiosos, fez-nos saber que o ininterrupto caudal de bebedeiras, asneiras, má-criações, prepotências, ilegalidades políticas, compadrio, corrupção generalizada, perseguição objectiva dos adversários políticos, ostensiva manipulação da informação, declarações pretensamente incendiárias, que nos habituámos a interpretar como tiques fascistóides do longevo caudilho da ilha... são afinal o melhor governo do PSD.

Para assinalar devidamente este elogio da dirigente nacional do seu partido, Jardim decidiu acrescentar mais um brilhante à sua coleira, quando, perguntado sobre o que respondia a quem criticou a utilização de um carro do governo por Manuela Ferreira Leite, em campanha eleitoral, respondeu com um muito culto “fuck them!”, em inglês, que no nosso inculto português quer dizer mais ou menos “que se fodam!” Desculpem, mas como se trata de uma declaração de um estadista repetidamente elogiado, senti-me obrigado a ser rigoroso na tradução.

Para quem tem vindo a “vender-nos” política de verdade, ética, rigor, seriedade e demais produtos associados, estas patuscas declarações da Dona Manuela sobre a ausência de “asfixia democrática” na Madeira e a excelência do seu governo, ultrapassam muito aquilo que normalmente se entende por incoerência, se entendida como uma momentânea ou acidental falta de nexo entre uma declaração ou acto presente e declarações ou actos anteriores. Não. Isto configura já a incoerência enquanto estado metastático da dita... em que já não se diz coisa com coisa.

21 comentários:

Sal disse...

Olá Samuel. Passo para te dar um beijo e para te dizer que mesmo não tendo tido oportunidade de ir ao auditório 1º de Maio já ouvi dizer que foi um óptimo concerto.
Quanto a estes dois do teu post... sinto-me tentada a dizer "lixem-se them"!
bj

Anónimo disse...

Será que a senhora não o diz em inglês, mas o pensa em português?

Rui Silva

Meg disse...

Abaixo de qualquer qualificativo.
Estamos na fase do "vale tudo" que o povo é estúpido.
Esta não leu o Princípio de Peter!

Abreijos

Maria disse...

O homem nem sabia o que isso queria dizer até aparecer o Berardo...
:)))

Aquela ilha é o exemplo da democracia... deles... ou não foi ele que disse querer proibir constitucionalmente o comunismo?
Ah, raios o partam (só para ser mais bem educada...)

Abreijos

oasis dossonhos disse...

Por mim devolvo o insulto ao palhaço grotesco e à velha salazarenta,um enorme desprezo por tudo o que diz. Metem nojo.
Com o abraço amigo para o Cantigueiro
Luís

Justine disse...

Tudo isto é vergonhoso - mas claro, só para quem tem vergonha na cara!

do Zambujal disse...

Também ouvi... e sei o suficiente do inglês ordinário para perceber o significado. É mais uma para o rol de Sua Excelência Aquela Besta.
O que acho curioso é a MFL! Conheço a senhora e aquilo para ela não é um sapo é um dinossauro que tem de engolir. Até, se calhar, ainda vai adoptar como palavra de ordem nalgum comício que vai acabar por fazer. Está a vê-la a terminar o discurso sobre os bons costumes, a moral, a verdade, a estrita ordodoxia sexual (só "à missionário", o homem por cima a mulher por baixo, e apenas para procriar), com a frase do seu modelo de político PSD, Sua Excelência Aquela Besta.

Abraços

Carlos Machado Acabado disse...

Nem dá para ironizar, para ser sarcástico!...
Razão tinha "o outro": esta gente é (MESMO!) um nojo!...

E ele tinha obrigação de saber: andou por lá tanto tempo (e não sei---nem me interessa, aliás---se ainda anda.
Para o caso, não releva...)

Agora que "eles" são um nojo, ai, lá isso!...

...E (honra lhes seja feita!) bem se esfalfam a "trabalhar" para que a gente não fique com dúvidas...

Irlando disse...

Em tempos alguém o chamou de Alberto John Garden. Agora apetece-me chamar-lhe,Alberto João Fascistão. Desculpa não há pachorra para falar a sério.

Mafalda Gomes disse...

MFL é o protótipo da "velhinha" tonta,acéfala e bafienta. A sua cabeça não tem nenhum arejo ou ideia que prestem. Que país triste este que balança entre a arrogância e o atavismo.

LA PASIONARIA«!NO PASARÁN!» disse...

Samuel ontem dia 7 de setembro nas diversas juntas de freguesia na Madeira contoladas pelo PPD mais um episódio de "democracia" aconteceu:Oposição impedida apesar de convocada de participar na discussão e composição das diversas mesas eleitorais.Vamos ter "Chapelada" de certeza nos próximos actos eleitorais.

DNOTICIAS DA MADEIRA edição de hoje.

Saudaçôes Comunistas

Fernando Samuel disse...

A senhora e o jardim da senhora são dois demcoratas do caraças...

Um abraço.

Antuã disse...

O diabo os juntou.

manuela galhofo disse...

Mas eles têm razão! Alguém os viu asfixiados,ou sequer engasgados,com tanta bacorada e tanta pinga? Aquilo não é asfixia,é a sem vergonha absoluta.A sra. vai em carro oficial para uma homenagem oficial e diz que está em campanha pelo psd? Vale tudo em certos partidos...
Coragem,camaradas madeirenses.

smvasconcelos disse...

Dantes, parece-me, muita desta "asfixia" era dissimulada, hoje é mesmo à descarada, sem pudor nem consideração pelo eleitorado. E quer esta senhora ser primeira ministra? para engrossar a boçalidade do seu partido, talvez... por mim, devolvo-lhes os votos pronunciados em inglês, que não sendo educado, provém duma cidadã anónima que os assume, e não de uma figura de estado com responsabilidades acrescidas na sua conduta e moderação.

josé machado disse...

Nem mais, afinal a política da Manelinha até tem um pouco de verdade, embora um pouco codificada.

samuel disse...

Sal:
Ouve-se cada coisa!...
E dizes muito bem!

Rui Silva:
A senhora sabe lá o que diz!

Meg:
Estes já subiram para patamares de incompetência... há muitos degraus atrás.

Maria:
Não deve ter tido o ensejo de conhecer a Natália Correia...

Luís:
Metem, sim. Abraço recebido.

Justine:
Isso é que compromete tudo! ☺ ☺

Do Zambujal:
Engolirá o que puder... mas aquilo é patético.

Carlos Machado Acabado:
Sim, esse “trabalho” fazem-no bem feito... ☺

Mafalda Gomes:
Algo como saltar da frigideira para cair no lume... mas “outra vida é possível...”

La Passionária “No Passarán!”
É o dia a dia daquela infeliz “democracia”...

Fernando Samuel:
Intercalam com os dias em que são do caneco... isso é mais ele.

Antuã:
Fique com eles, então.

Manuela Galhofo:
Aquilo já é gente e gargantas muito difíceis de asfixiar, seja com o que for.

Smvasconcelos:
A semvergonhice é um estado de espírito que vai evoluindo até ao descaramento total... e eles já lá estão.

José Machado:
Sobre a política de verdade e graças a mão amiga, eu amanhã lhes direi! ☺ ☺ ☺



Abreijos colectivos!

Daniel disse...

Também me apetecia gritar umas coisas feias à MFL (ao outro não vale a pena), mas lembrei-me de que o meu amigo e correligionário Jaime Gama já disse algo semelhante...

samuel disse...

Daniel:
Esse “dia-não” de Jaime Gama, digamos que agora está a render fortunas a quem não devia...

Abraço.

Carlos Machado Acabado disse...

Voltou-me, subitamente, a veia sardónica!
Para dizer:

DISSE ISSO???!
MAS, ENTÃO... ENTÃO... ESTE ANIMAL... FALA!!!!

MILAGRE!!! MILAGRE!!! É MILAGRE, SENHOR!!!

Anónimo disse...

Também ouvi e no momento fiquei de boca aberta. Mas depois de analisar cheguei à conclusão que a frase não incomodou a MFL nem o AJJ porque eles coitados já nem lá vão com os comprimidos azuis.