segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Esmiuçando... (3)



Deu para entender a razão pela qual algumas... vá lá... muitas pessoas, gostam de Jerónimo de Sousa? É por ele ser assim. Com um grande sentido de humor, “rápido”, afável, muito inteligente... e por somar a tudo isso qualidades, convicções e ideais que muita gente, apesar de poder ser igualmente inteligente, afável, “rápida” e com sentido de humor, não tem! Uns porque não querem, os outros porque não têm estofo para chegar lá...

Todo o programa, aliás, foi um pedaço de noite bem passado!

24 comentários:

salvoconduto disse...

Afinal o outro eras tu! Disseram-me que a audiência ao programa tinham sido duas pessoas.

Abraço.

O Pinoka disse...

Acabei de o adjectivar da mesma forma no meu blogue.

manuela galhofo disse...

Desculpa,salvoconduto,mas enganaram-te.O programa foi visto por mais uma pessoa.E já somos 3...
Abraços

smvasconcelos disse...

Há pouco comentava isso com um amigo, foi tão agradável ver o programa, e o Jerónimo rematou a dignidade que demonstrou ao longo de todo o programa com dignidade ainda maior e por tão poucos alcansável ( e inteligível).
bjs,

Maria disse...

Estou de acordo contigo, foi um pedaço de noite bem passado. O Jerónimo esteve muito bem!

Abreijos

Manuela disse...

Foi muito, muito bom!
E esta imagem é linda

utopia das palavras disse...

Quem pode ficar indiferente a uma criatura como esta?
Não vou procurar adjectivos...vá lá, só um...genial!

Beijo

duarte disse...

simplesmente ele. como gosto de o ver. e amigos: mais um que ficou convencido...
isto vai...
abraço do vale

Anónimo disse...

Olhando bem para a foto: - para além da provecta idade do "ancião" que Jerónimo cumprimenta, a assistência é, só, "terceira idade"...
Quanto à prestação no "esmiuçando": foi ele, simples, natural, PURO!!!

Rui Silva

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes disse...

Grande programa grande Jerónimo. E os Gatos também não se portaram mal. "ISTO VAI,AMIGOS, ISTO VAI". Muitos abraços.

Luis Nogueira disse...

... E comigo, são cinco que se divertiram e se comoveram. Cinco: os três que já vinham de cima e mais eu e o meu Ego.

Luis Nogueira

Hilário disse...

Que granda METALURGICO!
VIVA O PCP!

A Luta continua!
Um Abraço

CRN disse...

O único a quem o Pereira se dobrou para se despedir com um abraço!
É obra (Comunista)!

A revolução é hoje!

joaquim d'Odemira disse...

um amigo meu, não comunista,numa amena cavaqueira( não confundir) perguntou-me no dia anterior ao programa: não percebo como é que o PC tem tanta força.E eu disse-lhe, vê lá se amanhã vês os gatos fedorentos.Hoje perguntei-lhe:Então Pá viste o programa ? (ele abanou a cabeça) e eu disse-lhe: Olha, é assim que se vê a força do PC. Ele tinha visto e ficara ainda mais deslumbrado que Eu.

Cumprimentos,

Fernando Samuel disse...

Este ideal comunista tem, de facto,muita força - e expressa-se de múltiplas formas...

Um abraço.

Elisabete disse...

Leio com alguma regularidade o teu Blog, não só porque gosto da tua escrita, do teu sentido de humor e também para me consolar, tendo em conta o que se vê e o que se ouve nos orgãos de comunicação social. E como conseguiste esta foto com tantos jovens? É que eu pensei que na CDU ou no PCP não haviam jovens, tendo também em conta as reportagens que nos entram pela casa dentro!!!
Um abraço, camarada.

efernandes disse...

Grande Jerónimo, grande trabalhador que se bate de igual para igual mas de forma humilde com os seus e nossos adversários engenheiros e doutores

manuela galhofo disse...

Camaradas,não sou de todo a favor do culto da personalidade,mas não podemos ficar indiferentes à personalidade do Jerónimo...Tive o privilégio de trabalhar com ele no Sindicato dos metalúrgicos há já muitos anos e ele não mudou nada,continua o mesmo HOMEM, o mesmo COMUNISTA.
Mas o Partido é um grande colectivo de gente boa, solidária e consciente das lutas a travar,e por isso é um Partido com futuro,apesar de todos os impedimentos.
Venceremos!

manuela galhofo disse...

Camaradas,não sou de todo a favor do culto da personalidade,mas não podemos ficar indiferentes à personalidade do Jerónimo...Tive o privilégio de trabalhar com ele no Sindicato dos metalúrgicos há já muitos anos e ele não mudou nada,continua o mesmo HOMEM, o mesmo COMUNISTA.
Mas o Partido é um grande colectivo de gente boa, solidária e consciente das lutas a travar,e por isso é um Partido com futuro,apesar de todos os impedimentos.
Venceremos!

samuel disse...

Salvoconduto:
Vá lá... três ou quatro...

O Pinoka:
Boa!

Manuela Galhofo:
Eu bem lhe disse...

Smvasconcelos_
Ou se tem...

Maria:
Bem passado... mesmo para quem não estava à espera.

Manuela:
É uma bela e feliz fotografia.

Utopia das palavras:
Isto para começar por baixo... ☺ ☺ ☺

Duarte:
É que vai mesmo...

Rui Silva:
Estamos todos a ir para velhotes... ☺

Graciete:
Aquela postura deve ser contagiosa... ☺

Luís Nogueira:
Bom... isto começa a ser um ajuntamento!

Hilário:
Continua... contínua...

CRN:
E fez bem!

Joaquim d’Odemira:
Quando o preconceito cai por terra...

Fernando Samuel:
Quando o ideal está presente em todas as facetas de uma personalidade... tem um grande peso!

Elisabete:
De há uns tempos para cá... estar em cima de um palco numa destas realizações, é ter um banho de juventude, em todos os sentidos.

Efernandes:
Qualquer curso não passa de uma ferramenta que só bem utilizada serve para alguma coisa. Não há cursos de carácter!

Manuela Galhofo:
Ridículo seria fazer o culto da personalidade de um basbaque qualquer, apenas por medo, imposição...
Quando os seres humanos são admiráveis, são... e pronto. Sem culto.


Abreijos colectivos!

Orlando Gonçalves disse...

Bem eu pelo visto vi mais que vocês, tive de repetir. Grande Jorónimo. A CDU Avança com toda a confiança.

Anónimo disse...

Mais dois que viram; eu e a minha filha. A minha esposa que não pôde ver na hora viu depois pela net.
Não vi mais nenhum nem vou ver pois Jerónimo há só um, o de Sousa e mais nenhum.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Tenho pelo camarada Jerónimo de Sousa, uma grande e infindável admiração. Fala simples e as pessoas entendem. Enfrenta seja quem fôr e dentro da sua simplicidade, diz-lhes na cara aquilo que muitos não sonhavam ouvir.
Recordo uma vez o camarada com o entusiasmo que lhe é peculiar quando discurso, nos Alentejanos e Vila da Baixa da Banheira, amandar um murro na mesinha onde tinha as folhas, e a seguir (deve-lhe ter doído), dizer: "já passou, riam-se lá mais um bocadinho" ...

quinny disse...

Não é culto... é admiração!