sexta-feira, 4 de setembro de 2009

"Jornal Nacional"... cilindrado!



Durante quatro anos a fio o PS comporta-se como um rolo compressor. Os elementos desagradáveis ao chefe, em vários sectores da sociedade, são terraplanados, arrasados, ou pura e simplesmente tirados do caminho. Durante meses e meses os ministros de Sócrates boicotam o “Jornal Nacional” da TVI. Em público e perante todas as televisões, o chefe desanca o canal de televisão em causa e chama ao referido jornal e aos seus jornalistas o que Maomé não chamou ao toucinho.

Agora, em plena campanha eleitoral, campanha que não está a revelar-se fácil para o partido do poder e exactamente na véspera do regresso às emissões do jornal de Manuela Moura Guedes, a qual se preparava (segundo disse) para divulgar material inédito sobre o caso Freeport, a administração da Media Capital, a mando da espanhola Prisa, liquida o programa... sem mais.

O Governo do PS pode, ou não, ter pressionado a empresa para conseguir este desfecho.

Os principais donos e accionistas da empresa podem, ou não, ter sido mais papistas que o Papa e decidido fazer o “jeito” ao Primeiro Ministro, por cobardia ou pura cupidez. Tudo pode ter acontecido, mas o resultado não se altera. É uma vergonha!


Desculpar-me-ão, mas (como muitos portugueses) tenho a maior das dificuldades em acreditar. Também estou no meu direito!

19 comentários:

salvoconduto disse...

Vai contando aí que já somos dois.

Aquela coisa do Charrua foi invenção, a dos sindicatos idem, a dos professores aspas, aspas.

Abraço.

Maria disse...

Mais um exemplo de como funciona um partido de "amplas liberdades". Cheira a Freeport? CORTA!!!!!
Vou respirar outro ar, menos poluído!

Abreijos

anamar disse...

Vai animada a festa!!!
Que vinho ira sair desta safra???
UHMMMMMMMMMMm....
Boa festa....
.))

Carlos Machado Acabado disse...

É uma vergonha, de facto e mostra bem o estado a que o País chegou o facto de se ter miraculosa (ou ironicamente?...) convertido numa atitude de esclarecimento e resistência a exigência, intelectual mas também cívica, de se ter de tomar (algum, pelo menos) partido por um jornalismo afascistado, (no mínimo, potencialmente) perigoso (para a saúde intelectual, cívica e política do País em geral) que era o de Moura Guedes contra um poder político que ganhou decididamente o freio nos dentes e pelo qual é impossível manter hoje um mínimo de consideração e respeito ...
Sócrates?
Eu quero lá saber de Sócrates!!
A questão é: não há maiorias absolutas... democráticas!
Não há, ponto final!
É por aí que tudo começa!
Claro que não ACABA aí mas seguramente COMEÇA aí!
Já houve Cavaco, agora há Sócrates.
A calamidade é a mesma: quando aprenderemos???!!!

Daniel disse...

O problema, para mim, é se acontecer como no poema de Brecht: "Primeiro levaram os negros" etc... Mas confesso que nunca fui ouvinte da MMG. Se a coisa ficar por aí, não lamentarei. Mas se há algum "negro" no auditório, tem todo o direito de ouvir... para que não aconteça que no fim não haja ninguém "para se ouvir".

Anónimo disse...

E eu, usando o mesmo direito, também não acredito!
(Nem que a vaca tussa...)

Rui Silva

amigona avó e a neta princesa disse...

Pois é mais uma!
Os teus posts continuam soberbos e as fotos também! Estafada mas feliz deixo-te
abreijos...

Bruno disse...

...entretanto alguém andou a ler O Príncipe...

...e esse alguém parecia ter adivinhado que ia ter o "caso MMG" para lançar como arma de arremesso ao PS...

...bem que separaram a ética da política!

Joseph disse...

Desde que ao Largo do Rato, em Lisboa, passarama chamar o "largo da ratazanas", temos que acreditar que tudo é possível.
Um «elefante» incomoda muita gente «dois elefantes» incomodam muita mais...
Boa noite amigos.

J.F.

JUNQUEIRAS disse...

Já são duas vergonhas, o jornal nacional é tudo menos um programa de informação, não dá noticias vende notícias para as audiências!!!

Orlando Gonçalves disse...

Vergonha é o que estes meninos ditos de socialistas deveriam ter, nem quando a direita está no poder se viu tal coisa, vivemos numa ditadura, e ainda falam eles do Jardim, eles são iguais ou piores.
Onde andam os homens que fizeram o 25 de Abril... é que outro é necessário.

ZERO À ESQUERDA disse...

"Que se passa? Então isto não é uma ameaça? Aqui anda mãozinha da reaça..."
Abraço

Camolas disse...

- A minha intuição diz-me que existe manobra de diversão por detrás desta pretensa censura.

Estão a caracterizar a TVI ,como a voz oprimida e esmagada a quem roubaram a liberdade de expressão.

Cheira-me a esturro, a esquema bem engendrado.

JotaCê disse...

Evidentemente que o que se passou é de todo inadmissível. Não posso, não podemos tolerar, que o PS de José Sócrates, se envolva em mais uma sujeira destas para se ver livre de adversários. Convenhamos que o PS já veio reclamar inocência, e a presunção de inocência não é valor a desprezar, porem a experiência ensina-nos que este PS não é fiável. E, na verdade “a mulher de César, para além de séria, deve também parecer”.
No caso de estar inocente, que em boa verdade, é uma dúvida que me assalta o espírito, José Sócrates dificilmente sai incólume desta situação. Confesso que não tenho a mínima compaixão por ele, até porque “quem com ferros mata, com ferros morre”. Iria mais longe, Sócrates “está a provar do seu próprio veneno”. Merecidamente diga-se!
Apesar disto, não posso deixar de clarificar que em minha opinião Manuela Moura Guedes está longe de compaginar um modelo de jornalismo serio. Aliás a deontologia profissional da senhora não encaixa em nenhum modelo de jornalismo democrático e responsável, antes pelo contrário. Digamos que também ela” prova do seu próprio veneno”.

Fernando Samuel disse...

Que ninguém duvide: os ps's estão inocentíssimos - aliás, são todos bons rapazes...

Um abraço.

samuel disse...

Salvoconduto:
Claro que foi!...

Maria:
Já la vou ter! ☺

Anamar:


Carlos Machado Acabado:
Cada vez vamos sendo mais... a aprender.

Daniel:
Não chegaremos a tanto... porque não o permitiremos.

Rui Silva:
Mais um!

Amigona:
Estafada mas feliz... é bom!

Bruno:
É gente com grande “visão”!... ☺

Joseph:
O “largo do rato” é um lugar estranho...

Junqueiras:
Claro que aquilo é um negocio... podia era ser um pouco mais honesto!

Orlando Gonçalves:
Outro... mas um pouco diferente, talvez...

Zero à Esquerda:
“Que merda!” ☺

Camolas:
Esturro dos grandes...

JotaCê:
Prova do seu veneno... e a minha pena é pouca.

Fernando Samuel:
Todos! Desde a sua fundação, que praticamente só cometem inocências!



Abreijos colectivos!

Carlos Machado Acabado disse...

"Deixa lá ver", como dizia o cego...

samuel disse...

Carlos Machado Acabado:
Se houver alguma coisa para ver...


Abraço.

Carlos Machado Acabado disse...

Pois...