quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Festa surpresa



Não tinha nenhum daqueles textos pré-programados para entrar hoje à tarde... e agora tenho mesmo que pegar no carro e ir para Lisboa, portanto, não há post!

Uns tantos amigos combinaram encontrarem-se comigo, esta noite, no Campo Pequeno (???) e sugeriram que levasse a viola... desconfio que deve ser uma festa...

Como gosto muito deste tipo de surpresas, vou lá ver de que se trata.

19 comentários:

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

O encontro de hoje à noite deve ser isso mesmo, uma Festa da Democracia e da coerência na luta pelo Portugal de Abril.

Maria disse...

Parece que ouvi falar em 152 presenças... porque eu também vou...

:)))

Até logo!
Abreijos

aferreira disse...

-Espero que a Festa seja da rija e dure até ser dia.

RS disse...

Até logo, então.

joaquim d'Odemira disse...

Gostei daqueles pontos de interrogação (???). Sim é possível que o campo pequeno seja mesmo pequeno !!!

cumprimentos

anamar disse...

Finalmente vou "OUVER-TE"...
Ate logo!
que grande festança...
Abreijo

anamar disse...

Finalmente vou "OUVER-TE"...
Ate logo!
que grande festança...
Abreijo

Sérgio Ribeiro disse...

Curiosa coincidência. Sendo nós dois amigos, outros amigos meus e decerto teus, também combinaram encontrar-se comigo nesse mesmo sítio. Só que me pediram para não levar a viola... Se calhar ainda nos vemos.
Eu ver-te-ei, de certeza. Ao longe. E ouvir-te-ei. Tu é que de certeza não me ouvirás... por mais que eu vá gritar!

De qualquer modo, até logo, amigo... até pode ser... entre os 152 e mais uns tantos...

Sérgio Ribeiro disse...

Curiosa coincidência. Sendo nós dois amigos, outros amigos meus e decerto teus, também combinaram encontrar-se comigo nesse mesmo sítio. Só que me pediram para não levar a viola... Se calhar ainda nos vemos.
Eu ver-te-ei, de certeza. Ao longe. E ouvir-te-ei. Tu é que de certeza não me ouvirás... por mais que eu vá gritar!

De qualquer modo, até logo, amigo... até pode ser... entre os 152 e mais uns tantos...

Anttuã disse...

Mesmo a quase 270 km do local da festa, assisti ao espectáculo através do sítio do PCP.

manuela galhofo disse...

Acabei de chegar do Campo Pequeno.
A lembrar outro grande encontro de amigos há muitos anos,conforme lembrou o camarada Chaparro.
Ainda bem que foste,levaste a viola e cantaste.Tu e a Luisa Basto deram-nos (aos pouquissimos amigos que lá estávamos hoje) momentos de arrepiante alegria.
Que grande comício,prova incrível da força de um ideal e confiança num futuro melhor que só com a CDU poderemos alcançar...
Com a força da nossa razão, isto vai, camaradas,isto vai.
Venceremos!

Elisabete disse...

Estive lá e fiquei de "papinho cheio" Matei saudades de outros comícios no Campo Pequeno. E que bom foi vê-los e ouvi-los. Que boas vozes vocês têm. Foi um momento lindo, adorei!
Sinto-me grata por tê-los como meus camaradas. Obrigada Samuel.
VENCEREMOS...
Um abraço

Fernando Samuel disse...

Estão enganados: eram 151, porque eu não estive lá...
Aliás, fico na dúvida sobre se houve mesmo comício, já que os jornais de hoje não fala nisso...


Um abraço.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

7.000 pessoas, ontem no Campo Pequeno. Uma Festa C. D. U., que se deseja ver retrarata na assertividade na votação de Domingo.
Ainda hoje há algo que nos emociona ...

Anónimo disse...

Que Belo Comício
Que linda festa
Gostei de te ouvir e de ouvir a Luísa
Gostei também dos "Toca a Rufar"
Chorei de sentida alegria.
Lagartinha de Alhos Vedros

manuela galhofo disse...

Não fomos os únicos a ficar emocionados, vi camaradas de há muitos anos com lágrimas nos olhos, de alegria,mas também pela força que as vossas canções nos voltaram a dar.
Entretanto,hoje logo pela manhã resolvi ver o que passavam as TV.Fiquei abismada: falavam nas 7.000 (quando os serviços do C.Peq. falavam ontem em 7400...),mas dessa multidão via-se apenas a parte que estava em frente ao palco e do discurso do Jerónimo apenas um passinho.Entretanto, a informação de que o comicio abriu com os bombos. Mas se já lá estavam não deram pelo Samuel e pela Luisa Basto e pelo enorme coro que os acompanhou?
Caramba, cegos surdos e mudos? Ou a censura às canções de Abril já se faz sem pudor?

aferreira disse...

Eu, reforço as dúvidas do Fernando Samuel, tou farto de vasculhar nos coisa etc $ tal, e népia... nada de nada.

Anónimo disse...

Tás a ver Samuel... Até a fotografia que esté acima,não mostra ninguém. Cá para mim, foi tudo uma inventona. Como diz o Fernando Samuel, nem 152. É que eu não pude estar presente. Já só foram 151. Mas o silêncio com que a comunicação social nos trata, dói. Dói mesmo muito, até porque é imerecido.

João Oliveira - Serpa

samuel disse...

Per tutti:
Foi um belo comício, foi uma bela festa, foi um enorme prazer e uma grande emoção ter participado activamente... o resto será História!
Obrigado, eu!


Abreijos generalizados!