sábado, 7 de agosto de 2010

António Dias Lourenço (1915 – 2010)



(Fotografia retirada da página web do PCP)

Aos 95 anos de idade, morreu António Dias Lourenço. Ofereceu-nos, em vida, tudo o que tinha para dar. Depois de falar com ele, mesmo que fosse apenas por uns instantes, sempre me senti melhor pessoa, a crescer por dentro... embora sabendo que era apenas contágio...

Grande figura, grande ser humano, grande herói da liberdade... grande saudade!

17 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Enorme saudade!!!!!!!

Um beijo.

Anónimo disse...

"Grande figura, grande ser humano, grande herói da liberdade!"

vovómaria

GR disse...

" Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis"

Até Sempre camarada!

GR

maia disse...

Um percurso de vida corajoso e coerente, sem perder uma grande ternura. Estas sementes não se perdem. Por aqui ficarão. Até amanhã.

smvasconcelos disse...

Subscrevo.:(
bjs,

folha seca disse...

Curvo-me perante a memória de Dias Lourenço. Um dos melhores seres humanos que a vida me permitiu conhecer.
R.H

MANUEL RAMALHO disse...

Grande Comunista! Grande Homem! Grande Camarada!

salvoconduto disse...

A cepa que deu gente desta está a desaparecer com eles. É preciso regá-la e juntar-lhe adubo.

Até sempre Dias Lourenço!

Anónimo disse...

Saudade e admiração. Tomei conhecimento, há pouco, deste acontecimento e vim logo ao teu blogue, Samuel, porque tinha a certeza de lá encontrar palavras certas sobre esta Grande Figura do nosso País. Dias Lourenço faz-me recuar 35 anos nas memórias da minha vida quando, em Matosinhos, numa manhã fria de Domingo, no Cinema Constantino Nery fiz a minha primeira intervenção pública. Ele era, naturalmente, a figura central. No final, ele e a Comissão Concelhia de Matosinhos, de que eu fazia parte, fomos à taberna do Tarrafa, então existente, comer uma divinal caldeirada de peixe. Em todos os momentos, a jovialidade, a confiança, a convicção no Dias Lourenço. Sempre assim o vi nas ocasiões em que nos encontramos.
Obrigado Dias Lourenço pelo que fizeste, pelo Partido que ajudaste a criar e que deixaste.
Com emoção, mas com satisfação por te ter conhecido, maior. ainda, por vivermos num período histórico em que triunfam valores contra os quais, e bem, lutaste. Mas há quem continua a lutar pela Sociedade Justa e Solidária que foi razão da tua Vida.
Um abraço do Norte
Valdemar

eduardo disse...

Os meus camaradas são bem mais do que meus amigos. São aqueles em que se confia a liberdade, a vida e mesmo a nossa outra face menos visível. Quando ouvi falar de Dias Lourenço era ainda uma criança, e tinha-o como um herói envolto numa bruma romântica como a daqueles teimosos que lutam sempre sem esmorecer, e essa luta, na maior parte das vezes não lhes traz benefícios. Dias Lourenço, como outros heróis nacionais e militantes do PCP, sempre lutou, mesmo desesperadamente, pelo seu Povo, aquele a que pertenço e todos nós.
A ele devo uma parte do que sou, devo~lhe o orgulho de ser português livre, devo-lhe o privilégio de ser comunista. Obrigado Camarada e até sempre! Eduardo Viana

Luis Ferreira disse...

O Dias Lourenço partiu, é a lei da vida, mas o seu legado, a sua memória, a sua maneira de estar essa, ficará para sempre ligada à luta dos povos contra a injustiça, a miséria. Um homem com agá grande sem duvida, subscrevo tudo o que foi anteriormente dito.
A luta vai continuar...

Maria disse...

Uma vida inteira dedicada ao Partido e ao Povo a que pertence. A mim, a ti, a nós todos.
Hoje é dia de nos abraçarmos, uma vez mais.

joaquim d'odemira disse...

Dias Lourenço foi um dos grandes portugueses do século XX e XXI. As pessoas de esquerda conheceram a sua dignidade e a sua coragem. Infelizmente por razões evidentes a todos Nós, ás novas gerações de portugueses foi escondida o seu exemplo de vida. Mais importante que tudo, este Homem deixa-nos o seu exemplo; Quantas homenagens mereceria este Homem que cultivou amizades em todos os quadrantes e em todas as gerações ? Quantas homenagens mereceria este Homem que esteve 17 anos na mais dura clandestinidade ? ; Quantas homenagens mereceria este Homem que esteve preso nas cadeias fascistas, durante 17 anos preso ? ; quantas homenagens mereceria este Homem que esteve 17 anos como Director do jornal do seu partido: o Avante; quantas homenagens mereceria este Homem que faz uma fuga sozinho da célebre cadeia fascista de Peniche ? ; Quantas homenagens merecia este Homem que foi torturado por diversas vezes pela famigerada PIDE, a policia política do regime fascista português ?. Quantas homenagens mereceria este Homem, militante do PCP durante 77 anos, mantendo-se activo até ao fim da vida ? ; Este Homem é um dos imprescindíveis do nosso Povo.Este Homem é um dos imprescindíveis do celebre poema de Brecht.Este GRANDE HOMEM é dos que deveria ter a bandeira nacional a meia haste em todos os edifícios nacionais.Este GRANDE HOMEM pelo seu exemplo é daqueles cujas cinzas deveriam ir para o panteão; O seu exemplo é um exemplo de dignidade. Mas...pelo seu exemplo, a maior homenagem que podemos prestar a Homens como Dias Lourenço é continuar a sua luta.

Fernando Samuel disse...

«Até amanhã, camarada»


Um abraço.

Pata Negra disse...

Paz á sua alma. Conheci ou quase não conheço mas a expressão da foto revela: Homem Bom

São disse...

Que a Luz o acompanhe!

Abraços para vós.

António disse...

Foste um exemplo a seguir pelas novas gerações de comunistas!
Até Sempre Camarada António Dias Lourenço!

António Carvalho