quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Um exemplo a seguir



Os operadores de viagens e turismo sentiram-se ameaçados pelo descrédito que uma estória como a das “Viagens Marsans” (aquela agência de viagens que se abotoou com o dinheiro dos clientes e não pagou a ninguém) pode trazer a todo um sector de actividade que vive da confiança dos seus clientes. Têm toda a razão! Logo na altura em que se conheceu a situação não esconderam o desejo de que a agência trafulha fosse corrida do meio. Pelos vistos, conseguiram. A dita agência, pelo menos em Portugal, foi declarada insolvente e encerrada.

É um belo exemplo a seguir! Tantos são os sectores da nossa sociedade e tantas as actividades importantes, como a Economia, a Saúde, a Justiça, a Educação, o mundo da política, do jornalismo, do desporto, das artes... tantos sectores, como dizia, que muito teriam a ganhar se conseguissem livrar-se de uma vez das suas “marsans podres”!

7 comentários:

Fernando Samuel disse...

Multiplique-se e multiplique-se o exemplo Marsans...

Um abraço.

Maria disse...

Posso subscrever?
:)))
É que a praga chegou à fruta do Oeste...

Abreijo.

Suq disse...

E os Marsans militans?


Como os figos uns e os outros ....

Graciete Rietsch disse...

Para isso é preciso coragem e honestidade. Por onde andam esses "vícios"?

Um beijo.

Mar Arável disse...

Neste sistema de mercado
trafulha
até as maçãs pobres se vendem

Membro do Povo disse...

Podíamos acabar com um certo (des)governo trafulha!

Antuã disse...

O que não falta para aí é maçãs podres.