terça-feira, 24 de agosto de 2010

Moody’s – Agências de mercadores de sangue




Os capitalistas, em especial a sua forma selvagem, que são os neoliberais, de quem o lamentável Passos Coelho é o “futuro funcionário” e o actual Governo “simples lacaio”, têm com os cidadãos em geral e os trabalhadores em particular, uma relação implacável: estão interessados em todo o seu suor e boa parte do seu dinheiro; quando o trabalhador deixa de poder fornecer algum destes itens... querem que ele vá morrer longe.

As suas ferramentas e métodos de trabalho são conhecidas. Grupos de lacaios, que se auto-denominam “Agências de Rating”, vendem relatórios mais do que encomendados, dizendo não importa o quê, desde que sirva os interesses dos especuladores. Dias antes da queda recente e aparatosa de alguns deles, grandes bancos, seguradoras e etc., estas “agências” davam-lhes classificações “AAA” o máximo possível na sua escala de credibilidade.

Mesmo depois de tudo descoberto e denunciado não foram presos e as suas “agências” não foram arrasadas. Não! Estão aí, são os mesmos e viraram-se agora contra os países vulneráveis, que nos próximos tempos terão que alimentar, à força de juros pagos pelo seu endividamento público (e privado), somas astronómicas. Juros que estas “agências” vão inflacionando, inexoravelmente, com as suas “classificações” assassinas.

E toda a gente faz de conta que não percebe. Comentadores, políticos, economistas (felizmente, não todos!) comentam cada novo “rating” de uma destas “agências”, verdadeiras associações de delinquentes... como se fosse a “Palavra de Deus”. E, desgraçadamente, é! O lucro, a qualquer preço, custe o sangue que custar, custe as vidas que custar... é o seu “deus”.

Adenda: Como que "por milagre" e menos de uma hora depois de publicar este post, recebi de um amigo "atento" este vídeo. Não é a primeira e, certamente, não será a última "colaboração" de Saramago neste blogue.


7 comentários:

Antuã disse...

É preciso eliminar estes deuses.

Aristides disse...

É que é isso mesmo: fazem de nós parvos esperando que não percebamoa a iniquidade e má-fé das suas manobras. Infelizmente, muitos não percebem mesmo.
Abraço

Camolas disse...

Claro como a água!!

Fernando Samuel disse...

É esta a «democracia» em que vivemos...

Um abraço.

maia disse...

Eles nunca são presos. Através das empresas de "rating", seja lá isso o que for, eles vão dominando, vão tentando que cada um se auto-desvalorize, porque não percebe destas "altas" análises, sofisticadas e que têm sempre a mesma finalidade. Os trabalhadores não sabem, não percebem, a situação é grave, têm medo, subjugam-se e são exploradorados. Trabalham e nós enriquecemos.
Precisamos não perder de vista que "eles" nos querem desatentos e desalentados.
Queria aqui lembrar os trabalhadores mineiros do Chile (tirando riqueza em condições difíceis a 700 metros de profundidade, sempre para os mesmos), 33, soterrados há 17 dias e que ontem já foi possível saber notícias. A terra abateu e eles fugiram para uma gruta, a 700 metros de profundidade! O povo chileno está ali, vivendo este drama com esperança. Por um tubo de 8cm vão ser alimentados, até ser possível escavar um túnel onde caiba um corpo de cada vez, para conseguir tirá-los todos. É impressionante o que a ciência consegue fazer. Todo um povo, o mundo do trabalho, vai estar ali, 3 a 4 meses, esperando que estes mineiros, todos, consigam vencer esta adversidade. É um trabalho duríssimo, o das minas. Aqui fico fazendo força para que, noutro contexto, a cada um destes mineiros possa ser possível "Yo pisare las calles nuevamente".

do Zambujal disse...

... é o seu deus? Eles até são ateus! É o seu dono...

Membro do Povo disse...

Já conhecia este discurso de Saramago, é um dedo bem posto na ferida desta "Democracia" burguesa!