quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Onde pára George Bush?



Muitas vezes, em comentários ou textos na blogosfera, pergunta-se, legitimamente, porque diabo não estará George W. Bush sentado no banco dos réus sendo julgado por crimes de guerra, no seu caso agravados pela premeditação e pelo facto de ter mentido descaradamente com o fim de justificar um dos piores crimes que cometeu, a invasão do Iraque e a chacina de inocentes que se seguiu.

A verdade é que o criminoso andava algo discreto, desde a sua saída do local dos crimes, em Washington. Deixou de andar! Agora, como se pode ler em centenas de notícias como esta, ou esta, ou esta, vai passar a ser visto por todo o lado, fazendo palestras em tudo semelhantes às daqueles gurus “motivacionais”, pregadores do "evangelho" das ideias ultra reaccionárias (a que os ultra reaccionários gostam de chamar ideias neoliberais) e do individualismo egoísta mais abjecto.

Ao que parece, entre outros motivos que o levam a esta “missão” de motivação de plateias de papalvos, um pouco por todo o mundo, os cerca de 100.000 dólares que cobra por cada conferência, servirão para angariar fundos para a futura construção do seu “oximoro”. Segundo o dicionário online da Priberam, oximoro é uma “combinação engenhosa de palavras contraditórias ou incongruentes”, de que podem ser exemplos “lúcida loucura”, “ilustre desconhecido”, “silêncio ensurdecedor”… e, arriscaria eu, “gargalhada triste”… a exacta definição de qualquer coisa que venha, como se diz, a chamar-se “Biblioteca George W. Bush”.

11 comentários:

Catsone disse...

Infelizmente o mundo tem destas coisas. "Coisas" sim, pq este indivíduo não é humano, é um animal. Depois deste teu texto tão bem escrito e educado, não vem nada à minha cabeça que não seja baixo calão.
100.000 para ouvir este palerma?

smvasconcelos disse...

De facto é para rir...gargalhada combinada com a contradição da tristeza, claro!
bjs,

O Puma disse...

Não te esqueças

que a criatura foi elogiada

recentemente

pelo "promissor" Obama

Anónimo disse...

E incluir na biblioteca a haver uma versão em inglês da Cartilha Maternal de João de Deus?... Talvez não fosse má ideia.
Daniel

Aristides disse...

Ainda quero ver quais são os palhaços lusos que vão pagar uma fortuna para ouvir outro palhaço, só que desta vez made in USA, quando ele passar pelo Casino Estoril ou outra conceituada sala portuguesa de conferências. Quanto a julgar a....personalidade (não cedamos ao insulto fácil e merecido), vai ter que esperar, na fila. Ainda estáo Henry Kissinger, e não só, à espera de julgamento.
Abraço

Susete Evaristo disse...

son una verdadera puesta en escena en la que se combina música, efectos especiales de iluminación y fuegos artificiales.
Nunca duvidei das suas artes circenses (que me perdoem os profissionais honestos)
Aliás já reparei que a maioria dos charlatões de meia tigela (portugal incluido)que enquanto tinham poder fizeram as piores escolhas impondo a sua vontade mesmo quando se lhes dizia NÃO viraram depois pregadores da moral e bons costumes como uns meninos de côro.
E ainda pagam para os ouvir!!!!!!!

César Marrafa disse...

100.000 dolares para ouvir Busch?
“Biblioteca George W. Bush”?
Só pode ser piada.

Maria disse...

De repente lembrei-me dos livros do Astérix... 'ils sont fous, ces romains'. É adaptável...

Abreijos

Antuã disse...

Eu só ouviria Bush no banco dos réus.

Fernando Samuel disse...

Excelentíssima cavalgadura...

Um abraço.

samuel disse...

Per tutti:
Agora digam lá que não era um acontecimento tê-lo por cá, palestrando...


Saludos!