quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Rasteiro!




As campanhas eleitorais, que deviam ser momentos de clarificação de posições, esclarecimento, defesa de projectos e um exercício de verdade e coerência, já raramente o são. Porque uma certa maneira de fazer política em Portugal tem atraído a gente errada, porque a tentação de ir pelo caminho mais fácil da demagogia e das promessas desmedidas que se sabe não serem para cumprir, porque a desatenção (ou o cansaço) produzem aqui e ali, gaffes monumentais que os adversários políticos se encarregam de “cavalgar” até à exaustão, como foi o caso da mais que infeliz escolha de palavras da candidata do PS à Câmara do Porto, Elisa Ferreira, quando se referiu ao seu lugar no Parlamento Europeu (que afirma estar disposta a deixar) como sendo uma gamela... e por muitas mais razões.

Depois há os outros...

Recentemente, uma diferença de projectos para um mesmo terreno em Lisboa, fez com que soubéssemos que o tragicómico Santana Lopes pretende ali instalar a nova Feira Popular, enquanto António Costa prefere construir ali o novo Instituto Português de Oncologia. Nada mais normal! Qualquer um dos dois deve ter uma localização alternativa para o outro equipamento. O que já não é normal é que António Costa aproveite este facto para declarar em plena campanha, que Santana Lopes está mais interessado na diversão do que no tratamento das pessoas cancerosas.

É uma frase miserável, reveladora de uma falha de carácter que dificilmente pode ter justificação ou desculpa.

... mas existe uma alternativa!

23 comentários:

Anónimo disse...

Pois existe, Votar no Luis Fazenda.

Medronheiro disse...

Isso do Fazenda está ultrapassado. Agora ninguém compra fazendas vão todos ao pronto a vestir.

Anónimo disse...

Pois isto tá é tudo f...

Antuã disse...

O único voto útil e revolucionário é na CDU.

Anónimo disse...

Eu cá por mim não voto em pessoas - voto em políticas e em quem as põe em prática. Será que a cara do tal Fazenda aparece no Boletim?

Há alternativa, há sim senhor. E há uma boa equipa pronta para tabalhar. Uma equipa 5 estrelas.

Já tenho medo de ser anónimo aqui... Tem passado cada um por cá. Safa!

Julieta Real Ferreira

salvoconduto disse...

Existe sem dúvida! Daqueles que não vendem a alma ao diabo.

Abraço.

Maria disse...

Existe. E é a alternativa.
A frase de AC é simplesmente nojenta.

Abreijos

Pintassilgo disse...

Com a CDU vamos lá porque a Fazenda camarária anda muito mal.

Anónimo disse...

Valetudinários da política...vanguardistas da caça ao voto.
Um abraço

Anónimo disse...

Os alfacinhas sabem o que o Zé be fez na Câmara de Lisboa.
À primeira cai quem não sabe, à segunda cai quem quer. Claro, também há os masoquistas...

Anónimo disse...

O anónimo das 8:54 sou eu, a
Campaniça

Swt disse...

Eu escrevia aqui algo a propósito, mas é melhor não.
O que é certo é que apareço euzinha com o meu nick e assim...
Isto de anónimos é mau.
Cumprimentos a Samuel e doce Maria

CRN disse...

Exacto, essa alternativa somos nós, o povo, a CDU!

A revolução é hoje!

Anónimo disse...

Mas o Carvalho da Silva da CGTP, deu hoje o seu apoio a Antonio Costa.

Anónimo disse...

Ao menos o BE não se andou a coligar com o PSD, em tudo o que é freguesia de Lisboa....

E a aceitar e apoiar, os desmandos e despesismo, de muitos presidentes de junta, como são o caso do de Campolide, ou de S. José só para falar de dois....

Fernando Samuel disse...

A verdade é que, por mais voltas que se queira dar, a única alternativa de facto é a CDU - no poder local como no poder central.


Um abraço.

duarte disse...

quanta imundiçe tem do tejo lavar!
Alternativa?
CDU obviamente.

Estafermococus disse...

Alternativa ou não, preferia como candidato o Marcelo Rebelo de Sousa... que saudades dos seus mergulhos no Tejo, saindo de água cheio de cagalhões na cabeça. E assim não restavam dúvidas, o PSD não ganhava.

Anónimo disse...

Já ando farto do Caralho da Silva... sempre com hesitações... agora até apoia o Costa.
Tá mal... tá na hoar de ele ir à vidinha.

Margarido da Silva

LAM disse...

A este propósito, peço licença e desculpa ao Samuel para meter aqui o link do excelente post do Pedro Vieira no Arrastão.
Dá para ter uma ideia de como elas se fazem e do gang que volta e meia passa pelas câmaras:

http://arrastao.org/sem-categoria/as-autarquicas-ou-da-necessidade-de-profilaxia-da-memoria/

gabriela disse...

Deixemos o que é periférico e VAMOS AO QUE INTERESSA E AÍ O VOTO È NA CDU E MAIS NADA!!!!

João Cara de José disse...

Claro que está, basta ver pela maneira como o Santana dança com as senhoras do mercado. O António não dança.

Ou se calhar já dança...

E o Luís Fazenda será que dança?

samuel disse...

Per tutti:
Como por vezes faço, nos casos em que o número de comentários cresce assaz, tornando a sua resposta individual algo “pesada”, mais uma vez junto tudo, verificando por um lado que a CDU ganhou este “debate” e que os adeptos do Fazenda e do BE, por qualquer razão que me escapa, apoiam a causa anonimamente (e alguns, "com os pés").
De qualquer modo, obrigado a todos pela visita!


Saludos gerais!