sexta-feira, 2 de outubro de 2009

São Pedro da Cova



"Empurrando carvão", do livro "As mulheres do meu país" (1948/50), da quase desconhecida fotógrafa Maria Lamas.


São Pedro da Cova, pequena freguesia situada muito perto do Porto, tem atrás de si, desde o princípio do século dezanove, uma história ligada à indústria mineira (carvão, antracite), ao trabalho violento no coração da terra, que se é verdade que constituiu durante mais de um século o único sustento de muitas centenas de famílias, foi ao mesmo tempo liquidando um número assustador dos seus membros, mulheres, jovens, homens feitos, com os pulmões destruídos pela silicose.

Hoje são passados quase quarenta anos sobre o encerramento das minas de São Pedro da Cova. Os mineiros e os seus filhos dedicam-se a outras actividades, mas as marcas da História permanecem. Uma delas, a que resultou da profunda ligação dos comunistas ao mundo do trabalho, lá, e quando era mais difícil. Isso explica os resultados das eleições autárquicas naquela freguesia, que segundo os números oficiais de 2005 foram os seguintes:

BE - 498
PS - 1261
PPD-PSD/CDS-PP - 2858
CDU - 3874

nulos - 185
branco - 235
votantes – 8911

Como se pode ver pelos números, São Pedro da Cova entra directamente para o rol das “terras esquisitas”, sobretudo se considerarmos que se trata de uma freguesia do Concelho de Gondomar, em cuja Câmara reina, imbatível, essa "grande figura" da nossa democracia que é o ex bombista Valentim Loureiro, dono de um passado que estará para sempre ligado aos assaltos, destruição e incêndios de vários Centros de Trabalho do PCP... e cujo presente é o lamaçal que se vê.

É lá que estarei esta noite, jantando com amigos. A seguir iremos todos para uma sala suficientemente grande para acolher toda a gente interessada em ouvir falar das ideias e soluções que a CDU propõe para a gestão democrática e participada das nossas autarquias.

Se Jerónimo de Sousa não estiver ainda completamente farto de me ouvir... sou até capaz de cantar umas canções que venham a propósito...

Apareçam... São Pedro da Cova é logo ali a seguir ao Porto.

21 comentários:

salvoconduto disse...

Terra de boa gente. Estive ali a viver três meses enquanto decorriam obras aqui em casa. Que não te doa a garganta nem percas a voz.

Abraço.

Maria disse...

A marca da História em São Pedro da Cova.
Desejo a todos um excelente jantar e animadas cantigas. Por mim é aqui que fico, na terra de outro mafioso que bem conheces...

Abreijos e bom trabalho

do Zambujal disse...

É pá, dá abraços à malta.

Fica com um para ti.

Joseph disse...

Bravo Samuel!
Só os bravos assim procedem a falar e a cantar (e a tocar porque te acompanhas e bem).
Viva a diferença.Cantas de pé e para um auditório de autêntico Povo, comparado com tanta gente do «estrelato» que anda a cantar de joelhos com a cerviz afectada...

Um abração

Joseph

CRN disse...

O valentim, aquele que foi apanhado a vender alimentos das tropas portuguesas em Bissau?

A CDU avança!

Fernando Samuel disse...

Boa viagem, bom jantar, boa sessão, bom regresso...

(se puderes visita o Museu)


Um abraço.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

São Pedro da Cova, mais um um exemplo que espelha que a C. D. U. (Coligação democrátia Unitária) não mente, tem trabalho realizado, e pugna pelo progresso das populações, mesmo que outros outrora tenham distribuído electrodomésticos, e agora bilhetes para um "concerto" de nacional cançonetismo. O major é mesmo pimba ...

CS disse...

Estará lá toda a nossa amizade.

ZERO À ESQUERDA disse...

Boas cantigas. E faça o favor de regressar.

Quem é o... quê? Valentim?

Graciete Rietsch Monteiro Fernandes disse...

Vou mais uma vez escrever o verso de Nicolas Guilen "A AURORA É LENTA MAS AVANÇA". Viva a CDU. Abraços.

Swt disse...

Primeiro que tudo, cumprimentos pelo bom resultado das eleições. Uma porrada de deputados, caraças! Não se queixem...
Depois, nascida e criada no Puerto, carago (não sei se se pode dizer carago aqui.. oops), muito havia a dizer sobre S. Pedro da Cova.
O Samuel nunca actua em Loures???
É ruim.

Anónimo disse...

Ò corajosa swt, não ofenda a gente honrada do Porto.Vá envenenar o jantar e depois... coma-o.

Campaniça

Antuã disse...

o Valentim foi corrido da tropa por ser um Valentim à altura das mafias futebolísticas e não só. Viva S. Pedro da Cova e a CDU.

Swt disse...

Há qualquer coisa que não correu bem... Então acha que nascida e criada no Porto tinha razões para ofender as gentes de lá?
Não entendeu certamente...

Anónimo disse...

O passado de alguns "actuais democratas" mais... Valentões e mais Lateiros não está só ligado a assaltos, bombas e o que mais se sabe: está, também, segundo uma biografia de alguém (cujo nome infelizmente não me ocorre...) e que a Revista do "Expresso" publicou em tempos, ligado a tráfico de cigarros na camarata da instituição militar onde o destino colocou... alguns deles; à falsificação de assinaturas para aquisição dos mesmos cigarros e respectiva "revenda" aos donos das assinaturas contrafeitas e mais tarde à revenda por preços exorbitantes de batatas ao exército, à expulsão desse mesmo exército, à readmissão à boleia de um camarada de armas doente terminal e cujos empenhos pessoais serviram para reintegrar ambos, alguns com o compromisso formal de se aposentarem imediatamente a seguir e por aí adiante...

..Belos currículos cívicos, éticos e políticos, em suma....

Anónimo disse...

Resultados das ultimas legislativas
em S. Pedro da Cova

PS- 3658
PSD- 1570
CDU- 1519
BE- 773
CDS- 602

Para as Assembleia da Republica as gentes de S. Pedro da Cova , votam de maneira bem diferente.

migana disse...

Saudações às gentes de S. Pedro da Cova que bem merecem e por terem convidado o Samuel, mais uma vez dando o seu melhor a favor da luta do povo e da CDU, obviamente.

Quanto a vir a Loures, também gostava muito.

:))

Carlos Machado Acabado disse...

Pois... as pessoas (as de S. Pedro da Cova como a maioria das outras) são ainda suficientemente cândidas e ingénuas para acreditarem que o poder; quem está no poder, DESTA vez, é que vai fazer alguma coisa por elas...
Caem sempre, não é?...
É uma coisa tão portuguesa, aquela do "deixa lá dar outra oportunidade aos tipos, pode ser que desta é «mexam» a sério nas pensões, cumpram a promessa dos não-sei-quantos-mil-postos-de-trabalho, arranjem uma ministra da Educação a sério e por aí fora...
Só que...

Anónimo disse...

Peço desculpa à Swt pelo meu comentário ao comentário dela que me pareceu uma provocação venenosa. Lendo com muito mais atenção vejo que não é assim.
Mais uma vez, as minhas desculpas.

Campaniça

vovó disse...

Per tutti:
Obrigado a todos pelo incentivo e pelas várias observações... Incluindo os que se “desentenderam” e, evidentemente, incluindo o genial anónimo que “descobriu” existirem populações que (imagine-se!!!) votam de maneira diferente para eleições legislativas e para eleições autárquicas (grande poder de observação! ☺ ☺ ☺).


Saludos generalizados!

samuel disse...

agora, é mesmo a vovó, pedindo desculpas, por ter "janado" e "invadido" a caixa de comentários do Cantigueiro! sorry!...
as palavras acima, são do dito e não minhas.

beijocasssss generalizadas :)!
vovó Maria