sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Lúcia Moniz – Como um fio de luz a bordar a vida...


Passados alguns anos sobre a edição do último CD de originais, acontece novamente um disco com canções novas da Lúcia Moniz. Passados vários anos de projetos televisivos, filmes e teatro, o gosto pela música sobrepôs-se.
A Lúcia cresceu. Quanto caminho andado desde estes fantásticos “Três gatinhos”, ou mesmo deste “O meu coração não tem cor”, do José Fanha e do Pedro Osório.
Logo, lá para as dez da noite, serei mais um dos que terão o prazer de a ouvir, ao vivo, no Centro Cultural Olga Cadaval, cantando em estreia absoluta as canções do novo disco.
Será uma estreia também para mim. Não ouvir a Lúcia a cantar, mas porque apesar de já ter feito canções para outros cantores e cantoras, nunca até hoje um colega das cantigas me tinha pedido para escrever uma letra para uma música sua. Foi esta. Chama-se “Fio de luz”... e a artista e a produção entenderam que devia emprestar o nome ao próprio disco.
Leiam... e se puderem, apareçam por lá.
Fio de luz
(Samuel Quedas/Lúcia Moniz)

Sai da sombra
Vem prá luz
Que vai nascer
Sai do medo
Olha o dia
A amanhecer
Sai do frio
Olha o fogo
A acender
Acender

Sai de casa
Sai de ti
Desata os nós
Solta os versos
E a coragem
Solta a voz
Olha o sol
Que vai chegar
Pra te aquecer
Aquecer

Como um fio de lã
A tecer o amor
Como um fio de luz
A bordar a vida

Que vai chegar
Olha o sol que vai chegar
Pra te aquecer

18 comentários:

do Zambujal disse...

Só não desejo o maior êxito naquela fórmula teatral... porque já passou a estreia. Que, mesmo sem os meus votos, correu decerto muito bem.
Entraram em tournée?
Grande abraço e beijos, em especial para uma certa mãe/vóvó Maria

Swt disse...

Muito fixe!

samuel disse...

do Zambujal:

Podias ter desejado... a estreia ainda não passou.
É hoje à noite.

Obrigado!

Maria disse...

Tenho que começar a saber disto mais cedo, para me 'organizar'...

Abreijos a todos!

xana disse...

Samuel posso publicar a música no blog dedicado à Lúcia (www.luciamoniz.blogspot.com). A música está linda parabéns aos dois ;)

samuel disse...

xana:

Claro que sim! Se não fosse "publicável"... não teria aparecido aqui... :-)
E obrigado!

Abreijos.

xana disse...

Obrigado :)

Anónimo disse...

Eu não entendo nada de técnica musical, por isso só posso dizer o que senti ao ouvir esta canção.
Harmonia, segundo os antigos gregos, quer dizer boa organização e concordância entre as partes. Esta canção trouxe-me bem-estar, alegria e satisfação pela feliz conjugação entre a letra (o poema de que gostei muito),a música e a voz. O título não podia ser outro, ns minhs modesta opinião é também um fio brilhante de vida.
Apetece voltar a ouvir a frescura da música e a força das palavras.
Campaniça

do Zambujal disse...

Amigos,
ontem à noite, cansado e baralhado, julgava-me já a 26!
Por isso, e muito a tempo, aqui ficam os meus votos (isto de corrigir os votos a tempo é bem português...).
Muito a sério, aqui ficam os desejos mais calorosos de uma grande estreia e de uma excelente carreira. E estou como a Maria... temos de nos "organizar"!

Abreijos

Talina disse...

Parabéns aos dois , gostei muito, beijinhos

relogio.de.corda disse...

Eu ir até ia... Fico a torcer na mesma para que o sucesso das vossas músicas chegue longe.
A Lúcia Moniz tem uma voz fantástica e o Samuel, idem aspas.

Analuka disse...

Parabéns pelo blog, prenhe de palavras pulsantes, de arte, de poesia e provocação!!!

Estou aqui passeando a apreciando. Gostei especialmente deste poema, leve e alado, que toca minha alma.

Gostaria de saber se permites que eu o publique, com os devidos créditos, lá no meu blog, na próxima postagem. Aguardarei resposta.

Deixo meus abraços alados, e azuis!

samuel disse...

Analuka:

Claro que sim!
Esta letra, como digo no texto, pertence a uma música que esteve aqui, durante uma horas... e que por razões de ordem técnica e editorial se "ausentou", embora apenas por uns dias. Depois voltará, na versão acabada, para poder ser ouvida.

Abreijos.

Fernando Samuel disse...

Como estou sem som (outra vez) só posso dizer: que belo poema!

Um abraço.

Anónimo disse...

Parabéns, Lúcia.
Um abraço.
Daniel

Justine disse...

Atrasada, atraadíssima(pareço o coelho da outra...) venho torcer para que o disco seja um sucesso, e dar parabéns à cantora e ao "letrista"!!

Analuka disse...

Caro Samuel!!!
Agradeço pela visita ao blog, e, também, por permitires a publicação do poema (letra da canção) em meu blog. Avisarei quando postar. Deixo abraços alados, azuis e aéreos!!!

Graciete Rietsch disse...

A letra da canção está mesmo de acordo com a intérprete. Linda , linda e apontando para um novo mundo.

Um beijo.