sexta-feira, 18 de março de 2011

A “pax americana” - O Nobel em acção


A pomba da “paz”, na sua estirpe ianque, prepara-se para poisar sobre a Líbia, o seu povo e os seus recursos naturais. Já foram inventadas todas as razões, todos os pretextos, todas as urgências. Os aproveitadores de sempre já esfregam as mãos. Cofres novos em folha estão preparados para receber os milhões que esta operação renderá.
A pomba da “paz”, mais uma vez, vai voar em bando. À frente irá a “pax americana”, logo seguida de outra qualquer e outra e outra e outra e outra e outra e outra...
A “pax americana” prepara-se para se abater pesadamente sobre a Líbia e o seu povo.
A “pax americana”, como se pode ver na imagem, já se pintou com as garridas cores habituais, as mais adequadas às suas recorrentes  “missões humanitárias e de paz”.
Adenda: Os do costume, não percam sequer um minuto do vosso tempo a insinuar que sou apoiante, ou mesmo vagamente simpatizante de Muammar Kadhafi. Não sou!

15 comentários:

Manuel da Mata disse...

E eu, que tenho o 1º volume do LIVRO VERDE serei um apoiante do excêntrico Kadafi (?)?
Assegurem-me que não sou simpatizante do coronel, porque, se o não fizerem, amanhã, antes da MANIF da INTER, vou vendê-lo à Feira da Ladra.

Generosa disse...

Mussolini,já para não falar de outros grandes democratas, poderia receber o Nobel da Paz a título póstumo...(Não foi ele que mandou os italianos a correr para a Líbia?)

João de Sousa Teixeira disse...

AMERICANOS IV
(Um quase plágio de Bertold Brecht)

Quem dizimou os Apaches e em Siting Bull
todos os índios da América?
Os livros escolares americanos dizem que os búfalos se extinguiram
e, por arrastamento, pereceram os que deles dependiam.
Quem escravizou os negros de África
e quem contratou as naus que os resgataram?
Acaso há um estreito de Bering no Atlântico?
Quem lucrou em Chicago com a proibição do álcool
e com armas semelhantes matou os seus filhos
por suspeita de contaminação bolchevique?
Guantanamo é território de Cuba,
mas são cubanos todos os seus habitantes?
Quem invadiu Granada? E quem sabe o local exacto
em que se despenhou o avião que transportava Omar Torrijos?
Em onze de Setembro de 1973
Allende foi assassinado no Chile.
Pinochet o ditador de serviço.
Sozinho? Quem estava a seu lado?
Os marines dos EUA jogavam a roleta russa
em bares improvisados nos bairros pobres de Saigão e morriam
traiçoeiramente baleados.
E quem mais morreu, em sua casa, queimado com napalm no Vietname?
Quem cozinhou a guerra do Golfo
e quem comeu a fava?
Por que sobrevoaram Nova Iorque os aviões terroristas?
Por que são de paz os B52 que sobrevoam Cabul?
Quem atirou a primeira pedra e quem se junta ao apedrejamento?

Tantas histórias,
quantas perguntas.

Abraço
João

Suq disse...

Nada de confusões - a missão tem a sua (c)sede no voluntariado internacional, com a mesma sensibilidade da IPSS, do bastão mágico, elevará os aproveitadores do lema a cidadãos honoríficos cujos honorários serão pagos por todos nós.

Antuã disse...

Para estes hediondos criminosos temos mais índio menos índio viva ele na américa, em África, na ásia ou na Europa. Não há dúvida que a academia da "paz" distribuiu muito bem o seu prémio ignobel da paz.

trepadeira disse...

Não,também não sou apoiante do coronel,desse ou de qualquer outro,sou apoiante e defensor do povo líbio.
Um abraço,
mário

Pedro disse...

Agora o pretexto é a fiscalização (!!!!!) do cessar fogo

ACORDAI!

Justine disse...

Então, Samuel, o Nobel tem de ser justificado com estas "acções de paz"!!!

Pata Negra disse...

Depois do sucesso no Afeganistão, depois do sucesso no Iraque, vamos ter o sucesso da INTERVENÇÃO na Líbia (no léxico actual a palavra "intervenção" está para a "guerra" assim como "colaborador" está para "trabalhador".
E, claro, se no centro de tudo isto estiver um Nobel da Paz, a violência será muito mais soft!
Se um Kadhafi violenta muita gente, um Obama pode ainda violentar mais!
Um abraço para a ave Nida

Maria disse...

O homem é um nojo. Quem faz de seu acólito também. E outros, e outros...

Até daqui a bocado :)

Anónimo disse...

Samuel
Será que a pomba da paz n~ao é a mesma que simbolizava o regime hitleriano?
e isso explicará o comportamento americano para quem tinha dúvidas.
Vitor sarilhos

O rural disse...

O Durão Barroso foi pioneiro nos Açores, quando teve a iniciativa de avançar sobre o Afeganistão.

Temos agora esta a Libia a copiar a cimeira dos Açores

svasconcelos disse...

Nem eu!
E também não gosto que me atirem areia aos olhos, como o faz os EUA e amigos repetidamente ao resto do mundo. Até porque as "causas humanitárias" são óbvias...
Bjs,

Fernando Samuel disse...

Até porque mais importante do que saber se uma pessoa é ou não apoiante do Kadhafi, é saber se concorda ou condena esta brutal agressão...

Um abraço.

Prof. Júnior disse...

Da série: a pomba rapina da "paz"
Um olho na Líbia, outro no Pré-sal!