segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Paulo Portas – Não mudou nada!!!


Aproveitei o “recorte”... e acabei por esquecer de que publicação se tratava. Aí, pelo meio de um trabalho jornalístico sobre a vida do irrevogável Paulo Portas, vinha esta fotografia dele, em “formato” infantil, acompanhada de uma legenda mais ou menos microscópica, dizendo: 
“Com 5 anos, Paulo Portas já gostava de política: costumava imitar Marcelo Caetano”

Costumava?! E agora... faz o quê?!!!

8 comentários:

Provoca-me disse...

Agora faz pior que ele.

Reaça disse...

Marcelo já era fácil de imitar, era apenas fazer como se fossemos nós próprios.

Antuã disse...


Agora não imita.

trepadeira disse...

E também gostava de poleiro.

Abraço,

mário

Jorge disse...

Comportamento irrevogável!

Maria disse...

O puto até era giro. Que pena ter crescido...

Abreijo.

Graciete Rietsch disse...

Agora ,não imita. Age como ele e outros talvez piores!!!

Um beijo.

anarquista nos tempos livres disse...

Não há impossíveis para este menino-prodígio, inclusivamente, o de imitar o Marcello, ainda antes de este ter substituído o “descadeirado”. Isto é um “perumenor”, mas para o “perumaior” (quando aparece com as “poses” dissimuladas de estadista) há, pelo menos, umas “equivalências”:
1 - O “cabeça de abóbora” da época (contra-almirante), empossou o Caetano como presidente do conselho;
1 - O “cabeça de abóbora” actual (ex-homem do leme), empossou o Paulo como vice-presidente do conselho.
Quais serão as diferenças entre a chamada “primavera marcelista” e este “outono-inverno” dos `troikistas mais troikistas do que a troika?
Alguém nos avisou (metaforicamente falando) que era preciso “partir os dentes à reacção”. Isso não foi feito e hoje, talvez só nos reste (se para tanto houver força e coragem), “partir os cornos” que os neo-fascistas puseram ao sol.
Alberto