terça-feira, 26 de novembro de 2013

Durão Barroso - Coisas de peixes...




Diz a lenda que os “carapaus de corrida” são aqueles que tendo, pela sua fraca qualidade, ficado para o fim na licitação da lota, obrigavam as vendedeiras de peixe a fazer verdadeiras corridas com as canastras à cabeça, para tentarem alcançar as suas concorrentes que tinham, bem antes, partido com os carapaus melhores ao encontro das freguesas.
Infelizmente, entre um ou outro tubarão, aquilo que nos tem tocado enquanto dirigentes governamentais, ao longo de muitos anos... é este peixe desqualificado.
Entretanto, o constitucionalista Jorge Miranda engrossou o batalhão de pessoas que se declaram chocadas com o facto de Durão Barroso, que traíu os seus correligionários em troca de um melhor emprego na Comissão Europeia... ter atacado o Tribunal Constitucional, culpando-o por futuros agravamentos na situação portuguesa, muito embora, com a “coragem” que se lhe conhece, tenha escondido a mão com que atirou a pedra.
Estes facínoras que nos governam (e têm governado) conseguem, por vezes, ser assombrosos! Devemos ser o único país do mundo em que membros do governo, em vez de defenderem os seus órgãos de soberania e a sua Constituição... andam pelo planeta fazendo queixinhas dessa mesma Constituição e pedindo desculpa pelos “entraves” que o texto constitucional e o Tribunal encarregado de o defender possam representar para os interesses da banca e especuladores internacionais.
Imagino que muitos governantes dos restantes países do mundo, defensores das suas identidades e interesses dos seus povos, ao verem o miserável espectáculo dado por estes “dirigentes” portugueses, pensem:
“mas que raio de escumalha é que tomou conta deste país?!”
Tivesse Durão Barroso a insana ousadia de atacar, ou criticar os tribunais constitucionais da Alemanha, ou da Inglaterra, ou da França, para só apontar estes três... e, estou seguro que, desconhecendo o seu parentesco com a família dos “chernes”, todos os responsáveis desses países o mandariam, no mesmo instante, para a “chaputa que o pariu”!

13 comentários:

Provoca-me disse...

Se os tivesse no sítio quer o camarada dizer. Mas é sempre mais fácil bater nos debaixo. E se ele bater nos de cima, a mama pode-se acabar.

Anónimo disse...

Tal e qual, houvesse alguém, não só o cherne, que atacasse qualquer uma das constituições por esse mundo fora e logo havia um ajuste de contas. Salazar mandava sempre prender quem atacasse a sua querida constituição. Só que estes "revolucionários" só batem em pobrezinhos.
JM

São disse...

Permites que assine , contigo, por baixo?Obrigada!

Tudo de bom

ferroadas disse...

Tenho a certeza que por esse mundo fora, Portugal é motivo de chacota, o anedotário universal encontra aqui um enorme alfobre para se deliciar.

Abraço

Antuã disse...


o Barroso é uma anedota perigosa.

trepadeira disse...

Pescado pelos amigalhaços usa, consegue sobreviver fora de água, há que devolvê-lo ao mar fundo.

Abraço,

mário

anarquista nos tempos livres disse...

Mao, mao, outra vez a dizer mal deste ex-jovem empreendedor “bate-punho” (com uma carrinha de mudanças de mobiliário de escritório)!? Respeitinho, porque “ser ou não ser” (candidato à sucessão da múmia) “eis” o c(h)erne de “a questão”. Pode haver um período sabático, em que será escrito um livreco (talvez pela Felícia Cabrita), exaltando as qualidades domésticas do anfitrião (por exemplo, a atenção com que os peixinhos do aquário escutavam os seus sermões). Junte-se-lhe um prefácio do Dr. Strangelove 2.0, mais a apresentação pública, com a presença da “bolinha de Berlim” e o “pessoal” é capaz de acreditar que “isto” passará a ser a “ocidental praia alemã”.
Alberto

vieira da silva disse...

Mas eles sentem-se "como peixe na água".

Esta Comunidade Europeia (para a qual nos empurraram alguns dos que agora andam a fazer profecias e a apelar à nossa indignação...) é o reflexo da ética e da capacidade desta gente.

Medronheiro disse...


Este Barroso que vá para o fundo do mar e leve o soares com ele.

Anónimo disse...

que fina prosa a sua

Olinda disse...

E esse invertebrado,alguma vez ousaria atacar a Constituicao dos Paîses mais poderosos?Ê um canalha,um apâtrida!Que nâusea de criatura!

Um abraco

Graciete Rietsch disse...

Durão Barroso não traiu a sua opção. Foi sempre, sempre igual ao que é hoje, embora tenha piorado com a pressão dos seus mandantes.

Um beijo.

Anónimo disse...

O fundo do mar é o melhor lugar para os peixes, peixinhos e peixões que fiquem lá para sempre.
Vicky