quinta-feira, 19 de maio de 2011

Se a vida fosse um jogo...



Se a vida fosse, como alguns pretendem, apenas um jogo de xadrez, seria natural que, a qualquer momento, um dos cavalos atacasse a rainha... assim como seria perfeitamente natural que a rainha ripostasse eliminando o cavalo, "comendo" um ou mais peões... ou até mesmo o bispo...
Não sendo assim, não sei por que dianho haveria de me interessar pelas movimentações da rainha!

12 comentários:

João de Sousa Teixeira disse...

DO JOGO

Meio por meio meado sempre a meio
meio de vida pode lá ser meio ordenado
volta e meia à meia volta me chateio
e depois não querem que seja malcriado

jogo nº. 1 xis coluna do meio

Abraço
João

jrd disse...

Ela movimenta-se para tentar evitar um futuro xeque ao rei...

trepadeira disse...

Mas que belo jogo de xadrês.

Um abraço,
mário

Anónimo disse...

Esta rainha, hoje, não é mais do que um peão de xadrez dos Estados Unidos da América.

(Jorge)

svasconcelos disse...

O que me arrepia é a imoralidade destas fotos, tão ostensivas quando aqui tão perto há quem padeça de carências inimagináveis ...:(((

bjs,

Graciete Rietsch disse...

Sim, porquê?Com tanto, tanto em que pensar e por que lutar.

Um beijo.

carol disse...

Mas que as fotografias estão muito bonitas, lá isso estão!
AH! E já agora, com aquela mantinha que a rainha leva sobre os joelhos fazia eu uma linda saia!...

Pintassilgo disse...

Para que serve uma raínha'?

Fernando Samuel disse...

E se o bispo a comesse?...

Um abraço.

Anónimo disse...

"...seria perfeitamente natural que a rainha ripostasse eliminando o cavalo..."
desculpar-me-à o autor do post, é caso para dizer: oh santa ignorância, não é possível a DAMA (rainha)eliminar o animal, porque é (era) um infração à regras do nobre jogo de Xadrez. a besta movimenta-se em "L".
JJGRADE

samuel disse...

JJGRADE:

...não era forçoso que fosse na jogada imediatamente seguinte. Só nessa circunstância é que a Rainha não tem como "saltar" para cima do cavalo e eliminá-lo... mas não lhe faltam outras ocasiões. :-)))

Anónimo disse...

E não é? jeitosinho.