quarta-feira, 11 de maio de 2011

Paulo Portas e José Sócrates – Guerra de audiências


Diz-me o "Público" eletrónico que o "rijo" debate entre Paulo Portas e José Sócrates foi, até agora, o campeão de audiências, tendo sido visto por um milhão e novecentos mil espectadores.

Não me custa nada acreditar que assim foi... aliás, poderiam ter sido muitos, muitos mais, não fosse o caso de os vários milhares de portugueses que estavam convencidos de que a "coisa" se iria passar num tanque de lama... ao verem que, afinal, aquilo não era o que esperavam, terem mudado de canal... extremamente desiludidos.

12 comentários:

João Ludugero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
do Zambujal disse...

Tens razão. Não se passou num tanque de lama.
Mas muita lama havia por ali... trazida de 35 anos de governação de que aqueles dois se podem vangloriar de ser intérpretes (embora não dos maiores protagonistas, apesar das veleidades de vedetismo mútuas).

Abraço

Graciete Rietsch disse...

Eu não vi, mas gostei da tua imagem.

Um beijo.

samuel disse...

Ludgero:

Meu caro, essa não é a melhor abordagem aos blogs que visita e onde quer deixar convites para que se veja (e leia, presumo) o seu blog.

Se você “planta” o seu link e nem se dá ao trabalho de, pelo menos, fingir que leu uma linha que seja do que está escrito... como espera que alguém, com este tipo de “convite” e de abordagem, vá até ao seu blog e leia realmente alguma coisa?

Felicidades!

João Ludugero disse...

Muito obrigado, Samuel!
Eu te sigo, te "persigo" assim mesmo, e o leio, sim, não há como não ler seus textos. Já vinha aqui antes mesmo de adicioná-lo, "fuçando" seus site que,por sinal, é muito bom! Eu gosto de ler e, blogs inteligentes mais ainda. Desculpe-me por solicitar que me adicionasses sem esclarecer isso.Mas não precisa, pois tem toda liberdade para fazê-lo. Parabéns pelo blog e sucesso. Você é uma grande figura, um ser humano dez! Volte ao meu blog quando quiser,pois a casa é nossa! Desculpas te peço pela minha ousadia em sair invadindo o seu site, mas não haveria possibilidade de não ler textos assim de tão bom gosto, inteligentes, interessantes. Tenha um ótimo dia e saúde.
Forte abraço,
João.

samuel disse...

João Ludgero:

Pronto... nem 8 nem 80... :-))) :-)))
E, mais uma vez, felicidades para o seu blog de poesia!
Provavelmente, ainda há de ser a poesia e a beleza quem vai salvar o mundo...

Abraço.

samuel disse...

E não era necessário apagar o primeiro comentário com o link...

Abraço.

João Ludugero disse...

Prezado Samuel,
Bom dia! Paz e bem!
Realmente, concordo plenamente contigo: a poesia em muita luz, fosforescência digamos assim, e há, com toda certeza, de salvar o mundo. Adoro escrever, isso me cura,me leva a colocar a cabeça e o coração a um altar-mor através da palavras sentidas, isso sem carecer de ser cabotino. A poesia me dá a sensação de voar, e com os pés no chão, seguir meu voo apesar das reticências da vida. Deixo-te meu abraço e te digo mais,ó mente iluminado, agradeço por fazeres parte desse mundo, e teres asas coladas, sinceras (sem ceras). Avante! Obrigado pela força e pelo estímulo. Tenha um ótimo dia. Muitas alegrias e saúde para continuares tua luta. Hiper abraço,
João.

trepadeira disse...

Pode não se ver a lama mas lá que cheiram muito a esgoto cheiram.

Um abraço,

mário

João Ludugero disse...

Caro Samuel,
Hoje dei de ficar no teu pé...(risos).
Ah, quem me lê, sabe onde me achar. Assim como te achei. Vou voltar aqui, sempre que puder e o trabalho me deixar.
Mas fique certo de uma coisa, o que a ti já é demais consabido: A POESIA É TUDO! Adoro escrever, ler. Viajo sem sair do lugar, ganho o mundo. Bom dia, AMIGO SAMUEL!
Tenho muitos amigos e um a mais agora: VOCÊ! Até mais!
Abraços,
João.
Ah, o link:
www.ludugero.blogspot.com

Eduardo Miguel Pereira disse...

Não vi, mas a imagem é sugestiva.
Se com estes dois "protagonistas" se tratou duma luta na lama, fico a aguardar para ver quando é que o amigo Samuel põe aqui uma foto de luta de galos como forma de simbolizar um dos debates.

Olhe que poleiro não lhes falta ...

Fernando Samuel disse...

Que lamaçal!...

Um abraço.