terça-feira, 3 de maio de 2011

Bin Laden – E vai mais um ex-amigo da “américa”!




Estranho mundo este, em que, salvo as exceções, milhões de homens e mulheres ignoram ou olham com desprezo para gente boa, cultura, arte, honestidade, trabalho... mas são capazes de festejar histericamente e de não menos histericamente se esfarraparem... por uma qualquer taça de futebol.
Estranho mundo este, em que quase tão entusiasticamente como a vitória num campeonato, se vem para a rua festejar um assassínio!
É ocioso estar para aqui e explicar o grau de asco que uma figura como Bin Laden me provocava, mas não deixa de ser curioso meditar no destino que têm as “criações” políticas dos EUA no mundo árabe, quando resolvem voltar-se contra o “criador”. Ainda estão bem vivas as imagens da corda à volta do pescoço dessa outra aberração criada para servir os interesses dos EUA (e Mubarak e Kadahfi e Ben Ali e etc., etc., que a lista é longa), até que um dia... perde a utilidade.
Seja como for, podemos agora deixar de ficar tão chocados e ofendidos na nossa escorreita condição de “gente civilizada”, sempre que virmos multidões de homens e mulheres árabes, festejando ruidosamente nas ruas a morte de alguém, morte essa que considerem uma vitória para a sua “justa luta” e uma vingança da morte e sacrifício dos seus “mártires”... tudo isto enquanto vão queimando imagens de líderes e bandeiras dos seus ocidentais e “infiéis” agressores.
Para isso basta revermos as imagens de milhares de norte americanos “cristãos” e extremamente “civilizados”, urrando nas ruas a sua vitória sobre o “infiel” responsável pela morte dos seus “mártires”, enquanto iam queimando imagens de Bin Laden.
Diz uma fonte da Casa Branca: «Se pudéssemos teríamos apanhado Bin Laden vivo». Nem mais!!! Como se estivessem dispostos a arriscar, por um momento que fosse, ficar com aquela “brasa” nas mãos, em território norte-americano. Como se arriscassem um julgamento público, aos olhos de todo o mundo, em que poderiam bem vir ao de cima as ligações entre Bin Laden e a CIA, dos tempos da grande amizade, dos negócios familiares...
Diz Obama com um sorriso triunfal... não sei se pela vitória sobre Laden, se pela indiscutível garantia de reeleição que esta lhe proporciona, que Bin Laden foi responsável pela morte de homens, mulheres e crianças... e pelo sofrimento irremediável dos seus familiares. Efetivamente, foi! Mas não deixa der ser arrepiante ouvir esta “justificação” para o elogio ao assassínio, apenas dias depois de um ataque da aviação da NATO, o brinquedo de guerra de Obama, ter assassinado um dos filhos de Kadahfi, juntamente com os seus netos. Presume-se que estes não contam. Esta gente, na verdade, não tem família... preenche os lugares à mesa e pelas divisões da casa com figuras de peluche, a quem chama pai, mãe, filhos, netos, mulher, namorada...
Estranho mundo este, em que sobem os valores de títulos em bolsa e desce o preço do petróleo, porque se assassinou um terrorista... e em que bandos de indigentes que, infelizmente, estão à frente do destinos de países e de milhões de seres humanos, acham, estupidamente, que esse assassínio, seguido dos obscenos festejos, contribui minimamente para o fim do terrorismo. 
Estranho mundo este!

42 comentários:

Graciete Rietsch disse...

Quantas vezes BIN LADEN já morreu?
Não se tratará de mais uma encenação?
Não podemos esquecer que ele, a existir, formou-se e foi amigo dos EUA.

Um beijo.

anamar disse...

Estrannho mundo mesmo...
Gera sentimentos muito contraditórios.
Bj :((

Anónimo disse...

Samuel, meu Caro Amigo, deixemos de parte os festejos selvagens. Mas pensemos um pouco. Para que tu e eu possamos ser “santos” cada um à sua maneira (tu, cantando as tuas belas cantigas de intervenção, eu, explicando aos meus alunos de catequese o que é o ADN ou a teoria da evolução), é preciso que haja os “pecadores”. Um dos sonhos dos magrebinos, seja gente da política seja o mais vulgar dos homens ou das mulheres, é a reconstituição do Califado de Córdova. E, se não houver quem faça parar os “Benes” e “Bines” deste mundo, eles acabarão por chegar cá. Porque eles não querem ser donos da América, basta-lhes o saudoso Al-Andaluz. E esta perspectiva não é nada animadora.
Um abraço,
Daniel

Anónimo disse...

Samuel és um sortudo: Depois de um texto execrável e frio, no fundo passando ao lado e branqueando a criatura Bin e suas "diabruras" de moço pequeno que se diverte a lançar aviões contra cidadãos(aos milhares), ainda tens um doce erudito que te explica com brandura os perigos de um Califado. A culpa realmente não é tua quando de um lado tens os selvagens dos bonecos que que mal tiras a tampa do teclado te declaram o mais esperto do grupo (olha a dificuldade...)e do outro uma meia admoestação quase com pedido de desculpas de quem tinha obrigação de te fazer morder o pó pela barbárie que que te alimenta as entranhas. Pode dizer-se que nasceste com o cú virado para a lua!
Por mim e no mínimo, pimenta no cú te deveria ser receitada. Mas que diabo, um cruxifixo retirado é coisa bem mais Laden...
Teu amigo do coração

samuel disse...

Caro Daniel,

Acho que, pelo menos nas gerações mais próximas, estamos relativamente "protegidos".
Aquele tipo de fanatismo religioso violento nem sequer faz o pleno nos países árabes e, pelo que se vai vendo, instala-se noutros países, sim, mas na condição de que o "terreno" seja constituído por milhões de seres humanos mergulhados no mais abjecto analfabetismo. Aqueles que o não são, apenas se servem dos primeiros para atingir os seus fins, que nada têm de religioso.
Os milhares de muçulmanos radicais que já vivem em países ocidentais, estão aí porque emigraram para escapar à miséria… e sendo assim, feliz e infelizmente, para nós, este nosso poiso meio "andaluz" cada vez é menos apelativo para eles..

Curiosidade 1 - Quando, no Afeganistão, muitas centenas de jovens estavam empenhados na alfabetização do seu povo, seja lá porque razão, os americanos apressaram-se a apoiar o seu assassínio em massa, executado por esse "ternurento" movimento que se abertamente apoiou, treinou, financiou: Os "talibã"… curioso nome, para assassinos de alfabetizadores!

Curiosidade 2 - Recentemente, as novas gerações de cidadão do norte de África, que Bin Laden tanto queria ganhar para a causa da "guerra santa", já escavacaram o sossego de vários ditadores de vários países… mas em nenhum desses países reivindicaram nada que se pareça minimamente com o "sonho" da Al Quaeda.

Há-de haver outra forma de solução para o entendimento… que não passe pelo assassínio mútuo e em regime de "alternância".

E sim, tens razão! Aquilo não é animador. Nem para nós, nem para os milhões de miúdos, dias inteiros a abanar a cabeça nas madrassas, acreditando que o Corão é a única cultura que necessitam...até alucinarem... até o analfabetismo e o medievalismo serem praticamente irreversíveis. Esses são as primeiras vítimas.

Agora ficaríamos para aqui a conversar… tenho mesmo que dar um salto a São Miguel! :-)))

Abraço.

samuel disse...

Caro "amigo do coração":

Eu sou, provavelmente, um sortido, como diz.
De qualquer modo, se isso é o que REALMENTE entendeu deste meu texto, se acha que, REALMENTE, pretendo "branquear", ou de alguma forma justificar e apoiar os actos de Bin Laden, AO CONTRÁRIO DE QUE ESCREVI NO TEXTO, coisa que. se leu, não pode deixar de ter visto...

…então você, meu "amigo do coração", não é sortudo, mas sim um MULTIMILIONÁRIO… já que uma estupidez assim, atrevida e sem limites, tem um valor incalculável nos mercados dos nossos dias.

PS: Desta vez, os insultos aos comentadores do blog e a mim próprio não justificam a automática ordem de marcha para a lixeira… mas mesmo assim, não acha que há por aí demasiado "cu para a lua", "pimenta no cu", cu pra cima… cu pra baixo… PORRA! Você não pensa em mais nada???!!! :-))) :-)))

Mab disse...

Muitos parabéns pelo seu post!
Eu não acrescentaria nem um ponto!

Assim, fica a reeleição de Obama quase garantida e esquecem-se as escandalosas notícias da morte dos familiares de Kadhafi...

Estranho mundo este... em que a realidade é pintada de forma a arrastar multidões ignorantes...É triste...

Joseph disse...

O Presidente do Perú,( inocente criatura)disse que foi milagre de João Paulo II, que foi ontem beatificado.
Há quem diga que foi um ajuste de contas entre terroristas...

Anónimo disse...

Gostei do seu post. São aquelas verdades que ninguém tem a coragem de dizer abertamente. Chega a ser excessiva a forma como é manipulada a acção. Creio que a morte de Bin Laden foi programada para a altura que desse mais jeito, não para que fosse feita qualquer tipo de justiça à americana(se é que isto se pode chamar justiça) mas para apoiar a recandidatura de Obama ou, quem sabe, esperar por retaliações que permitam o bombardeamento de qualquer outro país.

GR disse...

Obama necessitava rapidamente desta morte (!).
Pena que no país mais avançado da cinematografia façam fotoshop tão pobres.
http://www.elmundo.es/america/2011/05/02/estados_unidos/1304326652.html
Excelente texto que eu/nós, gostaria/mos de ter escrito, parabéns!

Bjs,

GR

Mar Arável disse...

Bin Laden morreu às mãos do seu criador

Anónimo disse...

Do Bin Laden passou-se à Binbalhada!

Tal na tá a porra hein!

Atão e o SocraBin?

São disse...

Que posso dizer senão que concordo totalmente contigo?

Onde está, afinal, a apregoada superioridade moral e civilizacional do Ocidente?

Que pena existirem ainda criaruras que acham que o mundo se divide em bons e maus , sendo bons só os seus amigos.Que assim têm todos os seus actos mais do que justificados.

Um abraço para vós.

trepadeira disse...

Há por aí quem tenha o cu na cabeça.
Será que é,era,ex-amigo?

Um abraço,
mário

Antuã disse...

Isto de ser amigo dos USA pode dar forca ou coisa do género mais cedo ou mais tarde.

José Rodrigues disse...

O cú do anónimo das 10.17 fez-me lembrar/piratear uma cantiga de há uns anos da "Banda do Casaco": não ha cú que não dê(traque) TROIKA.Ou do José Gomes Ferreira:"carneiros é o que mais há"...o palerma do Anónimo deve ser dos lados do "bando do cavaco".

Força Samuel

do Zambujal (que é onde estou agora) disse...

Estranho mundo este! Em que os assassinos se dividem em herois e terroristas segundo a nacionalidade dos assassinados, oua cor, a religião, o serem "amaricanos" ou outros.
Grande abraço

Justine disse...

Amigo, acompanho o teu grito de raiva e de não aceitação: estranho mundo este!Mas nós bem compreendemos as razões deste estranho mundo sem lei nem princípios...

Anónimo disse...

Ainda ontem, uma jornalista escreveu um artigo dando a conhecer como a fotografia circulada pela Casa Branca de Bin Laden morto era falsa.
Esta foto já circulou há dois anos, referindo-se a outro chamado "terrorista" da Al-Qaeda.
O que os elementos ligados à presidência de Obama fizeram, foi alongar mais a barba do morto e pintar uns lábios por cima da fotografia original, de modo a que esta se parecesse com o autêntico Bin Laden que em algumas imagens apareceu de barba branca e outras grisalha.
Na foto que dizem ser a do Bin Laden morto, o féretro aparece de barba negra.
Esta manhã tive a notícia que a Casa Branca não quer revelar mais fotos do morto, por questões de segurança, ou seja, como a notícia foi forjada, as provas ficam para total esquecimento do público.
Fica a questão aberta de saber qual a intenção desta notícia?
Dizer que Bin Laden morreu e a Al-Qaeda já não existe, para que os rebeldes na Líbia já não sejam conotados com a Al-Qaeda?
A reeleição de Obama para o segundo mandato como presidente dos EUA?
Golpe publicitário para esconder a crise interna nos EUA? E o facto do estado gastar mais de 30% do seu orçamento com o exército e manutenção das 700 bases militares em todo o Mundo?

(Jorge)

Elísio Alfredo disse...

Bem dito, Samuel. Bem corroborado pelos muitos comentários. Não que esteja tudo dito, que sempre será pouco, mas concentremo-nos no próximo dia 19, que para encontrar uma boa cabazda de Bin Ladenes não precisamos de sair daqui. Têm nomes e ocupam caqrgos muito importantes. Todos ao dia 19 de Maio.

Léo Nogueira disse...

Caro Samuel:

Concordo integralmente com seu texto.

Um abraço do
Léo.

Anónimo disse...

Tenho que te desiludir Samuel, de facto não és um “sortido” como te apelidaste, és até pelo contrário um valente sectário de uma só causa que exclui tudo o resto. Ou nem isso, porque causa é determinação positiva na defesa de princípios quando tu és apenas um sectário determinado contra uma região do mundo que saiu vencedora no duelo entre as grandes potências da guerra fria. Sim, podias até servir de exemplo prático do que é um reflexo condicionado. Qualquer paleontólogo ficaria com inveja de ti, caçador de fósseis para lhe fazer respiração boca a boca. Esquece Samuel, a URSS morreu de morte pífia e não voltará mais. Desenterra com naturalidade o Afeganistão dos anos 80, as Tchetchénias, as RDA e outros buracos infectos onde aceitaste pôr em causa vidas que não te pertenciam, no fundo, curto e grosso, onde quiseste ser imperialista, vender o teu peixe estragado sem olhar ao preço pago por aqueles a quem meteste o dito peixe pela goela abaixo! Samuel, já não és novo mas ainda não és velho, muda de vida, abre os olhos e não nos chagues a cabeça com adoração de seitas disfarçadas de partidos políticos que o mundo onde se pode abrir a boca sem medo já pôs no lixo.
Samuel, a tua veia censória está sempre latente, lá vens tu com a ameaça bastas vezes cumprida de mandares para o lixo esta minha prosa. Farás como quiseres, certamente a terás lido primeiro. Pode ser que qualquer dia me disponha a ir por outras vias levar a carta a Garcia. Ou talvez não, a tua “congregação“ irá pelo cano abaixo sem ter que passar pelo notário, libertar-se-á gente séria para olhar o mundo com olhos mais razoáveis e se calhar de forma mais eficaz para a defesa dos seus interesses. No fundo deixará de ser um clube de bairro que corre os adversários à pedrada cada vez que não os pode vencer.
E já agora Samuel, também noutras áreas tens que zelar por ti, neste caso pela tua masculinidade: É que eu só usei dois ditos populares onde o cú estava representado, sendo que “cu para a lua” é vulgar e popular forma de dizer que se é um sortudo e “pimenta no cú” um castigo simbólico. Como vens por aí “com cu para cima” e “cu para baixo” estarás a entrar em desportos que apreciarás mas não contes comigo para poucas vergonhas de que desconhecia seres adepto! Bin Laden, Bin Laden mas não abuses…
Teu amigo do coração

Anónimo disse...

José Rodrigues das 12,35, és um gajo que faria carreira no teatro! Com a capacidade para dizer "piadas" e a pontaria que demonstras com afirmação de ser eu do "bando do cavaco", aposto dobrado contra singelo que não falhavas uma beata no chão e as recolhias todas direitinhas para o caixote. Força que a carreira artística está garantida!
O não amigo de José Rodrigues

Anónimo disse...

Como não concordar plenamente consigo Samuel? Mais uma atroada destes USAs que sempre abusaram em matar para conseguirem os seus objectivos. Neste momento, decerto deve ser a reeleição do Obama e, já não digo nada! Quem será o próximo bode expiatório, além de Kadhafi? Será o Irão?
Saudações
Vicky

samuel disse...

Anónimo (16:55):

Inteligente... esclarecedor, profundo... de facto, superior!
(provavelmente, loiro, de olhos azuis e botas cardadas)

Fernando Samuel disse...

Excelente texto!
(mais uma vez «encalhámos» no mesmo tema...)

Um abraço.

Alberto disse...

Mais um terrorista morto. Outros se seguirão, como por exemplo George Bush, Tony Blair e uns quantos terroristas nazis israelitas. Obama não perdoa e vai de certeza fazer justiça eliminando esta escumalha.

eduricardo disse...

Gritos de «VIVA LA MUERTE!» ecoaram pelos noticiários de todo o mundo e pelas declarações de presidentes e ministros, que se dizem democratas, mas revelaram a sua face mais bárbara.
Exultaram com uma morte prepetrada, sem qualquer julgamento, por mercenários a mando da mesma potência que, há alguns anos, usou os serviços do agora executado.
http://cadernosemcapa.blogspot.com/2011/05/indignacao-de-unamuno.html

curiososempre disse...

(provavelmente loiro, de olhos azuis e botas cardadas) e digo eu.... com o instestino grosso ligado ao "cérebro". Pensamentos e desejos normalíssimos desta gente que se vai vendo e ouvindo,em bando, sobretudo nos campos de futebol.

Anónimo disse...

Não consigo compreender como há sempre quem critique por tudo e por nada e até acham bem que se proteja os criminosos, e os inocentes nem as policias de todo o Mundo os podem proteger (São castigados por terem cumprido o seu trabalho com honra e amor pelo próprio)Um Bem Haja para Todos.

Maria disse...

Estranho mundo este em que, à conta de tanto se praticar o "olho por olho", um dia seremos todos cegos!

Maria Pereira

carol disse...

Antes de mais, agradeço a visitinha lá aos "picos" e a simpática mensagem que lá deixou.

Depois, dizer que gostei do seu texto que é a imagem do homem educado, polido, europeu, democrático e ecológico. Eu concordo. Fomos educados assim. O pior é quando temos de nos confrontar com as maldades desses Laden(s) que temos problemas de consciência em... fazer desaparecer.

E, já agora: será que ele morreu mesmo?....

Anónimo disse...

Pois é Samuel o teu amigo do coração,ignora certamente o vietnam ,o chile de pinochet,todas as atrocidades na américa latina.Somente haviam inocentes nas torres gemeas e haviam!Nem em hiroshima,nem nagasaki esses tinham os olhos em bico e as armas quimicas que eles acharam no iraque,ui tão más.E onde houver pitrol e onde houver riqueza para roubar?credo eles não vão lá.Bandido,bandido é só mesmo o bin laden:e que bem eles o produziram;pulha e assassino`precisamente à sua imagem e semelhança.Quanto à carta a garcia diz ao teu amigo do coação que a meta pelo cú acima.Ele é como o tide da história
branco mais ameriano não há.Grande país que nem uma segurança social tem de geito para proteger os seus cidadãos.Dá lá cmprimentos a esse charroco desventrado a apodreçer no cais da vaidade.

Anónimo disse...

Pois, algué falou no Irão e com razão... Até rima! Há que tempo que fazia falta uma foto "bem gira" igual à do Laden, desse facinora comuna do Irão.
Quanto ao Samuel, ficou neste post demonstrado que apenas é útil para ser confrontado com verdades, mas infelizmente, nunca é ele que as diz
Abraço, amigo "Blogueiro"

samuel disse...

Anónimo (23:35):

Facínora comuna do Irão???!! :-))) :-))) :-)))

Anónimo disse...

Meus amigos, como era previsível, estes diálogos aqueceram. Mas permiti-me a ousadia de nos propor um exercício mental que penso ser de algum bom senso.
Imaginemos um familiar ou um amigo nosso entre os escombros da Torres Gémeas. Como teríamos reagido à morte de Bin Laden? Suponhamos que somos o único chinês sobrevivente de uma família enterrada viva, como toda a demais gente da aldeia, pelos soldados japoneses na II Guerra Mundial. Como teríamos recebido a notícia da bomba de Hiroshima? E se fôssemos pai, ou mãe, ou irmã, ou irmão de um soldado na mais terrível e mortífera de todas as frentes da mesma guerra, a frente oriental? Como entenderíamos a bomba de Nagasáqui, sabendo que ela poria fim ao morticínio?
E, agora, talvez o mais difícil de todos. Vamos pôr-nos numa rua de Gaza, a apanhar com os estilhaços de uma bomba israelita. Que ficaríamos a pensar dos Israelitas? Mas, logo em seguida, façamos de conta que somos pai ou mãe de uma criança israelita num autocarro escolar que explode com uma carga de TNT palestina? Como poderemos encarar um palestino a partir daí?
Difícil mundo o nosso, não é?
Boa noite, ou bom dia, se possível.
Desculpai-me.
Abraços.
Daniel

josé menezes disse...

Samuel Saudações pelo que foi escrito, Samuel. É sempre bom aparecerem estes valentões anónimos para termos sempre presente que há gente desta.

vovó disse...

tem toda a razão, Daniel. por isso mesmo, não "dou" para "festas" destas, seja de que lado for.
beijocassssss
vovómaria

Anónimo disse...

Samuel
Bin Laden não foi simplesmente morto FOI ASSASSINADO e os seus assassinos reconheceram isso hoje 4/5/2011 ás 13 horas nos noticiários portugueses. O 11/9 não foi perpretado por Bin Laden mas pelos americanos ESTÁ PROVADO.
Tudo o resto é conversa não para boi dormir mas para tentarem eleger o Obama.
Vitor sarilhos

samuel disse...

Anónimo (amigo do coração):

Acéfala era a excelsa tia... e essa insolente insistência no tratamento por tu... LIXO!!!

Tomás Guevara disse...

Parabéns pelo texto, caro samuel.Corajoso,directo, certeiro e vertical.Tanto que deixou mossas num ou noutro,particularmente num tal"amigo do coração".Estranha-se o ódio e o rancor,a faca na liga e a linguagem escatológica do indivíduo em causa.Já não se estranha a subreptícia ameaça.O destino do lixo deve mesmo ser o lixo.Parabéns mais uma vez e um abraço

svasconcelos disse...

Muito bom, o teu post. Já tinha feito esta reflexão, e não só dei por mim a achar este mundo estranho, como a achá-lo feio e a carecer de uma urgente mudança.
:((
bjs,