quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Augusto Santos Silva – Mitologia e línguas mortas


(O meu sincero agradecimento a A. Santos Silva, por me ter levado a praticar mais um pouco as artes do "Photoshop")

Augusto Santos Silva, o nosso Ministro da Defesa... teve um ataque! Sabe-se lá porquê, convenceu-se de que a maneira mais adequada de fazer o seu discurso de encerramento no debate para a aprovação na generalidade do Orçamento de Estado, era lançar os "ataques" ao sócio PSD, recorrendo à galhofa e puxando à gargalhada no Parlamento.

Se bem o pensou, melhor o fez e, talvez inspirado pelo seu próprio e imperial “Augustus” nome, desatou a fazer trocadilhos envolvendo deuses da mitologia romana. Lá desfilaram penosamente o Marte, deus da guerra (graças aos deuses, não tentou incluir no discurso umas piadas sobre a sua ladina compincha, Vénus!) e conselhos para que Janus, o tal das duas caras e das indecisões, dê ouvidos a Mercúrio, o errático deus dos ladrões (!) e dos mercados (!!!).

Foi um momento cultural e politicamente, vá lá... “fofinho”, mas para ter sido perfeito, perfeito... o discurso devia ter sido cometido em latim antigo... mas, infelizmente para todos nós, a língua de Augusto Santos Silva ainda não está suficientemente “morta”!

10 comentários:

Maria disse...

Não o ouvi. Olha a minha sorte...

Abreijos.

ag disse...

"Augusto Santos Silva, o nosso Ministro da Defesa."

São uns cómicos.

Anjos disse...

São os trocadilhos dos trocatintas - "Cómicos" que apenas causam tristeza.
A.S.S. - apenas mais UM DOS SEM VERGONHA!

do Zambujal disse...

Um cromo com uma verdadeira "línguazinha de prata"... a questão é o uso que faz dela.
Gostei muito desta tua mensagem, em que avulta a presença de "Mercúrio, o errático deus dos ladrões (!) e dos mercados (!!!)". Boa!

Um abraço

Graciete Rietsch disse...

Eu ouvi um pouco. Ridículo.

Um beijo.

O Guardião disse...

Também o ouvi e pensei cá para mim: de caceteiro de serviço este tipo deve ter sido promovido a filósofo de feira em substituição do antigo que passou a inginheiro!
Cumps

trepadeira disse...

Pois não.Que pena.
Um abraço,
mário

Antuã disse...

Porque é que foi o irmão enão ele?

Luis Nogueira disse...

Da boca deste homem, autêntico intestino grosso dessa enorme e regurgitante pança que é o PS, ou sai trampa ou perfume. Enjoativo, em qualquer dos casos.

Luis Nogueira

Fernando Samuel disse...

Nem suficientemente morta nem suficientemente viva: está é mal enterrada...

Um abraço.