sábado, 20 de novembro de 2010

Pela Paz! Não à NATO e aos provocadores!




Francamente já com a taça a transbordar do asco que esta cimeira e a presença física de um tão grande número de criminosos de guerra me provoca, deslocar-me-ei para Lisboa dentro de poucas horas. Aí espero deixar bem expresso o meu desagrado pelo virar de mais uma página lamentável da nossa História.

Não há palavras para classificar a campanha de intimidação sobre os possíveis e esperados manifestantes pela Paz e anti NATO, campanha de mentira e lavagem ao cérebro, levada a cabo pelos responsáveis desta cimeira da NATO, com a colaboração acéfala, nuns casos, perfeitamente consciente, em quase todos, dos jornais, televisões e rádios.
Como se não bastassem as ameaças veladas das forças de “segurança”, esteve sempre no ar a possibilidade de o dia de justo e livre protesto contra os senhores da guerra vir a ser manchado pela ação dos sempre mediáticos provocadores, saídos das próprias forças de “segurança” e, em muitos casos, mascarados de organizações de esquerda “muito revolucionária”.
Como nós os conhecemos bem... e há tantos anos! Até em simples sessões de cantigas de protesto, antes do 25 de Abril, tínhamos tantas vezes direito a um desses “revolucionários” que gritavam “Morte ao Salazar!”, ou qualquer coisa no género... sinal para entrar a PIDE e a GNR e garantir que a sessão acabava mesmo ali.

Daí que, e depois de ter recebido este documento por mail (para aí umas quinze vezes...) me pareça útil divulga-lo, apesar de ser tão em cima da hora.

Repor a verdade!
Comunicado da Campanha “Paz Sim NATO Não”

Face à notícia divulgada pela RTP sob o título «a ordem é de desobediência civil pacífica contra belicismo da NATO», assim como de outras notícias que têm vindo a público e que objectivamente distorcem a realidade quanto à real promotora e organizadora da Manifestação «Paz sim! NATO não!» que se realiza, dia 20 de Novembro, a Campanha «Paz Sim NATO Não»:

1 – Denuncia e rejeita qualquer ligação da Campanha «Paz sim! NATO não!» e da Manifestação que convocou, promove e organiza no próximo dia 20 de Novembro, às 15h00, do Marquês de Pombal à Praça dos Restauradores, em Lisboa às denominadas PAGAN, ICC, WRI ou outra qualquer entidade que não integre as organizações promotoras da Campanha «Paz sim! NATO não!»;

2 – Reitera que o ICC e o seu ramo em Portugal, a PAGAN, não fazem parte, nem têm qualquer tipo de ligação com a Campanha «Paz Sim! NATO Não!» e muito menos integram as organizações da Manifestação «Paz Sim! NATO Não!», de dia 20 de Novembro, em Lisboa;

3 – Repudia a atitude das denominadas PAGAN, do ICC e do WRI, que, numa vergonhosa e deliberada atitude de puro parasitismo político, procuram tentar associar de forma abusiva e inaceitável a Manifestação «Paz Sim NATO Não» às acções que entenderam vir realizar a Portugal, nomeadamente às chamadas «acções de desobediência civil»;

4 – Lamenta que órgãos de comunicação social continuem a dar cobertura a afirmações do ICC, do WRI e da PAGAN que para além de significarem uma deliberada provocação à Campanha «Paz Sim! NATO Não!» faltam comprovadamente à verdade, constituindo uma deliberada campanha de desinformação;

5 – Esclarece, uma vez mais, que discorda e se distancia das ditas «acções de desobediência civil» que mais não visam do que dar espaço mediático a iniciativas e sobretudo a organizações que, ou não têm qualquer implantação significativa na sociedade portuguesa, como é o caso da PAGAN, ou, como no caso do ICC, agem num claro desrespeito pelos movimentos da paz, sociais e populares em Portugal;

6 – Clarifica que a Manifestação «Paz sim! NATO não!» será expressão da longa história e tradição de luta dos movimentos da paz, sindical, social e político portugueses que a convocam, promovem e organizam, agindo em defesa da Constituição da República Portuguesa, que garante a todos os cidadãos o direito de manifestação, sendo neste quadro que realiza as suas acções e que exige e pratica esse direito;

7 – Esclarece, uma vez mais, que a Campanha “Paz Sim NATO Não” integra mais de 100 organizações portuguesas e que tem o apoio de mais de 30 organizações de vários países e do Conselho Mundial da Paz, que será expresso, amanhã, num Encontro Internacional a realizar em Almada, pelas 10h00 no Fórum Municipal Romeu Correia, assim como na participação organizada de dezenas de representantes internacionais na Manifestação «Paz Sim! NATO Não!»;

8 – Clarifica que os partidos políticos que integram as organizações promotoras da Manifestação «Paz sim! NATO não!» são o Partido Comunista Português, o Partido Ecologista «Os Verdes» e o Partido Humanista;

9 – Afirma que pelos dados que tem neste momento está em condições de informar a Comunicação Social que a Manifestação «Paz Sim! NATO Não!» do próximo Sábado será uma grande demonstração de força, combatividade, serenidade, alegria e de luta pela paz por parte do povo português.

18 de Novembro de 2010

A Comissão Coordenadora da Campanha «Paz sim! NATO Não!»

11 comentários:

Homem das Tabernas disse...

Boa Noite Samuel,

Concordo perfeitamente com o comunicado e saúdo a sua luta pela paz mundial. Já agora, convido-o a ler o meu texto sobre o assunto no www.ohomemdastabernas.blogspot.com e a deixar a sua opinião, que muito condidero.
Obrigado e continue com a sua excelente e reflexiva prosa cuja leitura não dispenso.

José António Duarte

Graciete Rietsch disse...

Muito triste o terror que difundem devido à manifestação pela Paz, contra a Nato. Se algum distúrbio houver a culpa virá de provocadores bem pagos e nunca dos manifestantes oue estão ali contra um bloco político militar que se julga no direito de intervir em qulquer lugar do mundo que não aceite as suas ordens.
Queremos ser lives e fazer a nossa própria política de Paz e progresso.

um beijo e até amanhã.

Anónimo disse...

Mas afinal o que quer dizer toda esta conversata....

Os senhores da Guerra reunem-se na EXPO, e os militantes anti-Nato, parece que afinal se preocupam mais em atirar pedras uns aos outros....

Na Pagan pelo que li, e na conferência anti-Nato que organizam,está um deputado do Partido Comunista Francês , um deputado da Esquerda Alemã ( DIE LINKE) um deputado do Partido Trabalhista Inglês, alem de figuras prestigiadas do movimento pela paz dos EUA .

Chamar as estas pessoas provocadores, compará-los com os antigos provocadores , ao serviço da Pide, é não ter a noção do ridiculo.


Afinal em qualquer manifestação, a policia pode sempre infiltrar agentes provocadores, e este comunicado , acaba a fazer o jogo dos senhores da guerra.

Não é com atitudes destas que se mobilizam os cidadãos.

samuel disse...

Anónimo (1:06):

E achar que eu me estava a referir a toda a gente, a comparar toda a gente a provocadores e aos pides... além de ridículo, é não saber ler!
Fazê-lo anonimamente... é apenas pobrezinho!

Anónimo disse...

Não ás provocações do PCP.

A Luta contra a Nato não é um exclusivo do PCP, na manifestação na AV. da Liberdade , são livres de participar TODOS os que são contra a Nato, quer o PCP queira ou não.

Veremos quem serão na realidade os provocadores, e quem quererá a todo o custo criar problemas.

Até se esqueceram do apoio da CGTP á Manifestação, mas de um partido Humanista, de que pouca gente ouviu falar se é que existe, desse não esquecem......

samuel disse...

Era fatal!
Cá está um deles.
Anonimamente, pois claro...

samuel disse...

E já gora, em adenda aqui para o PROVOCADOR DAS 0:23

Já que está tão tristonho por a CGTP não estar na lista, enquanto CGTP, veja lá se para além de todos os nomes e organizações, esta lista tem sindicatos e, sobretudo, Uniões de Sindicatos que lhe chegem... sobretudo uma que dá pelo nome de "Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional"... a abrir a segunda parte.

Lista que poderá confirmar neste link:
http://www.pazsimnatonao.org/2010/11/19/repor-a-verdade/

Vá lá! Esforce-se, esforce-se... e aprenda a ler. :-))) :-)))

Organizações promotoras da Campanha “PAZ Sim! NATO Não!”:

A Voz do Operário / Arruaça – Associação Juvenil / Associação Água Pública /Associação Cultural Recreativa / Vale de Estacas / Associação das Colectividades do Concelho de Lisboa / Associação das Colectividades do Concelho de Loures / Associação das Colectividades do Concelho do Seixal / Associação de Agricultores do Distrito de Lisboa / Associação de Amizade Portugal-Cuba / Associação de Estudantes da Escola Secundária Dr. José Afonso – Seixal / Associação de Estudantes da Escola Secundária Emídio Navarro / Associação de Estudantes da Escola Secundária Gil Vicente / Associação de Estudantes da Escola Superior de Arte e Design – Caldas da Raínha / Associação de Intervenção Democrática / Associação de Reencontro dos Emigrantes / Associação de Solidariedade com o País Basco / Associação dos Inquilinos Lisbonenses / Associação Iniciativa Jovem / Associação Portuguesa de Amizade e Cooperação Iúri Gagárin / Associação Recreativa e Cultural de Músicos / Casa do Alentejo / Centro de Apoio a Idosos de Moreanes / Clube Desportivo “Os Águias” de Alpiarça / Clube Estefânia / Clube Recreativo União Raposense / Colectivo Mumia Abu-Jamal / Colectivo Socialismo Revolucionário / Comissão de Moradores do Alto Seixalinho / Comité Nacional Preparatório português do 17º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes /

(continua)...

samuel disse...

(2ª parte)...

Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional / Confederação Nacional da Agricultura / Confederação Nacional de Reformados Pensionistas e Idosos / Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto / Confederação Portuguesa de Quadros Técnicos e Científicos / Conselho Português para a Paz e Cooperação / Coordenadora das Comissões de Trabalhadores da Região de Lisboa / Direcção Regional de Setúbal do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local / Ecolojovem – Os Verdes / Escola de Mulheres – Oficina de Teatro / Escolas do Desportivo da Cova da Piedade / Escutismo Alternativo / Federação dos Sindicatos da Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal / Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgica, Química, Farmacêutica, Eléctrica, Energia e Minas / Federação Nacional dos Professores / Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública / Federação Portuguesa dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro / Frente Anti-Racista / Grupo Desportivo Recreativo das Figueiras / Grupo Recreativo Apelaçonense / Grupo Sportivo Adicense / Grupo União Lebrense / Inter-Reformados / Interjovem / Juventude Comunista Portuguesa / Liga dos Amigos da Mina de São Domingos / Movimento de Utentes dos Serviços Públicos / Movimento Democrático de Mulheres / Os Penicheiros / Os Pioneiros de Portugal / Partido Comunista Português / Partido Ecologista “Os Verdes” / Partido Humanista / Planeta Azul – Associação Ecológica Alternativa / Política Operária / Projecto Ruído – Associação Juvenil / Sindicato da Cerâmica do Sul / Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul / Sindicato dos Enfermeiros Portugueses Direcção Regional de Coimbra / Sindicato dos Metalúrgicos de Lisboa, Leiria, Santarém e Castelo Branco / Sindicato dos Professores da Região Centro / Sindicato dos Trabalhadores Civis das Forças Armadas, Estabelecimentos Fabris e Empresas de Defesa / Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos / Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores / Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte / Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira / Sindicato dos Trabalhadores da Pesca do Sul / Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Centro, Sul e Ilhas / Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Celulose, Papel, Gráfica e Imprensa / Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal / Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal / Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa / Sindicato dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa / Sindicato dos Trabalhadores dos Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Cortumes do Sul / Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Sul / Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local / Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos / Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário / Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações / Sociedade Filarmónica União Piedense / Teatro Fórum de Moura / Trevim Cooperativa Editora e de promoção Cultural / Tribunal Iraque (Audiência Portuguesa do Tribunal Mundial sobre o Iraque) / União de Resistentes Antifascistas Portugueses / União dos Sindicatos de Aveiro / União dos Sindicatos de Braga / União dos Sindicatos de Castelo Branco / União dos Sindicatos de Lisboa / União dos Sindicatos de Santarém / União dos Sindicatos de Setúbal / União dos Sindicatos do Algarve / União dos Sindicatos do Distrito de Beja / União dos Sindicatos do Norte Alentejano / União dos Sindicatos do Porto / União Local de Sindicatos de Sines, Santiago do Cacém, Grândola e Alcácer do Sal / Universidade Popular do Porto.

Francisco d'Oliveira Raposo disse...

Sem anonimismo e de forma clara:
1. Sou militante do Colectivo Socialismo Revolucionárioque intergra as graganizações que convocam a Manifestação "Paz Sim! NATO Não!".
2. Considero lamentável as divisões exsitêntes entre os activistas pela PAZ que se verificam e estão a agudizar-e, como demonstra este post, este comunicado e vários outros que estão a circular.
3. Repudio completamnete a classifiação leviana e irresponsável de "provocadores" aposta às organização e actiistas anti-nato que, pelos mais fiverosos motios, não integram a nossa Campanha e a organização da Manifestação.

Cordialmente

Maria disse...

Olha só a trabalheira que tiveste...

Até já!

Abreijo.

Fernando Samuel disse...

Na verdade, estes provocadores e os seus mandantes não são nada criativos: repetem-se, de ano para ano, de década para década, de sécul para século...
(e os «anónimos? de profissão também não inovam nada)

Um abraço.