sábado, 6 de novembro de 2010

Cavaco Silva – Haverá algum termo genuinamente algarvio para “esperteza saloia”?




E pronto! Finalmente, ao fim de grande expectativa, lá abriu, em plena Avenida da Liberdade, a loja da “Praga”. Não, não estou a falar da loja da “Prada”... essa já abriu há várias semanas e é mais acima. Estou a falar mesmo da “praga” que subitamente assolou as televisões, rádios e jornais, com a abertura da loja do candidato Aníbal e os directos festivos para a “vernissage” da coisa.

Se já é soporífero ter que suportar o Cavaco-Presidente, então o Aníbal-Candidato é nauseante. Digo nauseante porque a insistência demagógica do homenzinho na tecla da poupança nos cartazes é típica de um político... não há outra maneira de o dizer, porquito.

O calhordas faz de conta que não sabe que nós percebemos que ele tenta aproveitar-se de maneira batoteira, fraudulenta... e porquita, da posição dominante em que se encontra, dispondo das verbas do Estado para se deslocar incessantemente, de Norte a Sul, mascarando de “actos presidenciais” e de Estado, a descarada campanha eleitoral em que já anda há meses. O homenzinho acha que vai amedrontar os adversários, recorrendo à crise, para demagogicamente denunciar gastos com as campanhas, enquanto – e até novas informações – a sua campanha será a mais cara de todas, como já foi na campanha anterior e, sobretudo, enquanto tem à sua disposição, 24 horas por dia, um exército de jornalistas e câmaras de televisão, sempre prontos para correr para ao pé dele... de cada vez que abanar as orelhas.

Se pensa que nos engana... é um pobre de espírito; se sabe muito bem que não nos engana, mas mesmo assim insiste na farsa... então é muito pior!

10 comentários:

Maria disse...

Estas tairocas (de Viana?) bem poderiam servir do tal pano encharcado de que às vezes falas. E olha que fazem mais mossa...

Abreijos.

relogio.de.corda disse...

Gosto destas tairoquitas de madeira e puro cabedal mas o nº 35 não me serviria, nem nas orelhas!
Quanto ao assunto desta mensagem...pois... o tal, "fala, fala e não o vejo a fazer nada" (e será que alguma vez fez alguma coisa de jeito?!??).

samuel disse...

Maria:
Não são de Viana... mas não tem nada que enganar. Chegando a Viana, flectir para direita em direcção a Ponte de Lima, seguir para Ponte da Barca, contornar, ou encher o peito (e os olhos) atravessando o Parque Nacional da Peneda Gerês... e pronto! Montalegre é logo ali, terra destas supimpas socas.

Boa viagem e abreijos! :-)))

César Ramos disse...

(...) quando cheguei ao 'Aníbal-Candidato é nauseante', pensei em nauseabundo!
Terminando a leitura do 2º parágrafo com o..."porquito", não ando para graças, mas parti o coco a rir!

É um pobre de espírito, e um pobre diabo!
Pobres de nós...

Cumpts.
César

Justine disse...

Ah ele sabe muito bem, Samuel, ah se sabe que nós sabemos...
Tudo isto mete tanto nojo, mas tanto! O teu post ajuda a esclarecer - serão alguns votos a menos, espero!

José Rodrigues disse...

Ontem até usou o Nuno Álvares Pereira,[Santo(?)e latifundiário] com criancinhas de escola,a assistir em Belém, a uma sessão de espadeirada com "espanhóis",para eleitor/telespectador ver.Está-se mesmo a ver que o "papabolos"vai fugir aos debates como o diabo da cruz...

Abraço

trepadeira disse...

Este soco parece-me muito sofisticado para tal loja.
Montalegre a terra do comunitarismo.

Tenho um par,com"brochas"e tudo.Há-de andar para aí.Vou ver se o uso em vez de sapatos.

Um abraço,
mário

Malhao disse...

Condizente com a escumalha de merda que espatifou este país. O Sr. Silva, quero eu dizer. Que as sócas, por sinal bem 'pimponas', haviam de fazer um óptimo serviço [público] na fronha de uns quantos que eu cá sei...

Abraço

Fernando Samuel disse...

Ele sabe... porque, como está farto de nos dizer, ele sabe tudo...

Um abraço.

Graciete Rietsch disse...

Cá para mim é "muito pior" que simples farsante.

Um beijo.